A 15 de junho de 1987 uma equipa de programadores norte-americanos do CompuServe criaram o Graphics Interchange Format, ou GIF. Com o aparecimento da Internet como a conhecemos, o formato originalmente criado para comprimir imagens sem perder dados acabou por tornar-se num autêntico fenómeno e, 31 anos depois, as pequenas animações continuam bem presentes nas nossas vidas online.

Para lá dos simples bebés, hamsters e até bananas dançantes que popularizaram o formato, os GIFs acompanharam a evolução tecnológica da Internet e, hoje, são várias as plataformas, como a Giphy, que disponibilizam milhares de milhões de animações prontas a partilhar.

Mas o que fazer quando não encontra a melhor animação para exprimir o que está a sentir? Ou, então, quando o GIF que encontrou é demasiado “pesado” para partilhar através das redes sociais ou para utilizá-lo nos seus projetos online? O ezgif.com pode ajudar e conta ainda com várias ferramentas para otimizar os GIFs ou dar-lhes um toque extra de criatividade.

Para criar GIFs personalizados precisa de fazer o upload do clip de vídeo pretendido ou então colar o URL do mesmo. De seguida, poderá cortá-lo, aumentar a velocidade ou colocar legendas.

Depois de configurar o tamanho do ficheiro e o frame rate tem apenas de clicar na opção “convert to GIF” e guardar a animação assim que o website terminar de processá-la. Se as suas animações caseiras precisarem de um toque especial, pode ainda visitar a secção “Effects” e descobrir efeitos de cor ou animação

Para reduzir o tamanho de um GIF, deverá escolher a opção “GIF Optimizer”, escolhendo o método de otimização que se adequa às suas necessidades e o nível de compressão. Caso se sentir um pouco “perdido” quanto aos tipos de compressão, sempre pode navegar até ao fundo da plataforma e encontrar algumas dicas úteis.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.