[caption]What Should i read Next[/caption]

Chama-se NoFlyZone e permite registar a morada numa base de dados que quer servir de referência para quem voa baixinho nestes veículos aéreos não tripulados. Deixando o nome e um endereço de email, o processo fica completo.



A área de FAQ do site explica em detalhes os propósitos do projeto e até garante que já há um conjunto de fabricantes associados. Também clarifica que a inclusão da morada na base de dados não será uma garantia absoluta de que nunca terá um drone a sobrevoar a casa. Acrescenta, no entanto, que tendo em conta o interesse da própria indústria em se desenvolver respeitando direitos de privacidade é provável que um número crescente de empresas venha a ter em conta este tipo de informação para decidir rotas de voo.



Há outro detalhe que vale a pena sublinhar e que tem a ver com a falta de regulação para este mercado em qualquer país do mundo, o que tende a atrasar o desenvolvimento do mercado. Mesmo assim, se quiser prevenir-se de olhares indiscretos e não tiver objeções relativamente à partilha de dados pessoais pode usar o serviço já.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.