http://imgs.sapo.pt/gfx/80987.gif
Um grupo de jornalistas e activistas de esquerda oriundos de várias organizações não-lucrativas decidiu criar no auge dos protestos de Seattle em Novembro de 1999 uma publicação online designada de Independent Media Center, de forma a mostrar uma perspectiva diferente sobre os acontecimentos, para além daquela - unanimista - dos media convencionais e monopolísticos.



Durante esse período, este centro emitiu informação actualizada permanente em forma de registos escritos, áudio, fotográficos e vídeos. Baseado nos conteúdos recolhidos, produziu uma série de cinco documentários transmitidos diariamente via satélite e distribuídos em todos os Estados Unidos através de estações públicas de televisão.



O site emprega um sistema de edição aberto à contribuição de todos, tendo registado até agora mais de dois milhões de hits e referido na CNN, BBC Online, Wired e ABC. O Indymedia foi também nomeado em Maio para um prémio Webby na categoria de the people's voice. Durante estes quase dois anos de duração, o site criou uma rede descentralizada e autónoma, semelhante à das comunidades open-source e peer-to-peer, constituída por dezenas de sites nacionais e locais, incluindo um em Portugal, o azine.org.



Os participantes desta rede actuam como uma força de resistência ao poder capitalista das empresas transnacionais e do seu crescente domínio perante a Internet, tornando-a cada vez mais uma rede privada, de acesso pago e exclusivo e em que só sobrevivem os maiores. O seu objectivo é tornar possível o impossível, melhorar o mundo através da criação de um meio colectivo democrático em que se possa globalizar e localizar a democracia, mediante a denúncia de todas as pequenas e grandes violações dos direitos civis e dos atentados à humanidade.



É provável, no entanto, que a sua voz não seja ouvida pelas empresas e pelos governos. Isto resulta de um problema que afecta algumas das organizações ditas "alternativas", pois ao colocarem-se tão à margem da sociedade, usando até meios violentos para se fazerem ouvir, estão a ilegitimar-se perante os olhos dos cidadãos comuns.




Sites de dias anteriores:



07/10/2001

Proteja as crianças que vão para a escola




06/10/2001

Notícias tecnológicas em francês




05/10/2001

Deixe a sua contribuição contra o terrorismo



04/10/2001

Biografias na Net




03/10/2001

Uma viagem no tempo




02/10/2001

As prendas que desejo




01/10/2001

Portugal turístico na Internet




30/09/2001

OVNIS e alguns mistérios da humanidade



29/09/2001

Simples puzzles online



28/09/2001

Arte questiona actos de terrorismo




27/09/2001

Uma Web mais segura e livre




26/09/2001

Guia de viagem para os adeptos das novas tecnologias




25/09/2001

Inteligência Colectiva




24/09/2001

A forja dos programadores




23/09/2001

Arte em cerâmica com humor




22/09/2001

O "ciberjuiz" decide




21/09/2001

Lisboa de bicicleta...


20/09/2001

Em defesa da privacidade




19/09/2001

Academia do século XXI




18/09/2001

Vá lá... ande a pé!


17/09/2001

Debate sobre as células percursoras




16/09/2001

Ocupação dos tempos livres e muita imaginação




15/09/2001

Insectos em 3D




14/09/2001

Rádio feita à medida do silêncio de cada um




13/09/2001

Laboratório Virtual




12/09/2001

10 anos a estudar o Sol



11/09/2001

Jovens na Internet




10/09/2001

Moléstias.org



09/09/2001

Moda com 50% de desconto



08/09/2001

Porque é que o céu é azul?




07/09/2001

Leilões para quem quer estar na moda




06/09/2001

Um motor de buscas esperto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.