Ainda se lembra dos discos e/ou streamers multimédia, que serviam acima de tudo para a reprodução de filmes em Full HD na TV? Estes estão quase em vias de extinção, mas podemos afirmar que as boxes Android são a evolução deste tipo de dispositivo. E essa evolução foi fantástica…

Isto porque, mais importante do que o resto, estes pequenos e leves equipamentos recorrem ao universo Android para colocar à nossa disposição inúmeras apps, assentes numa interface uniformizada e simplificada.

E acredite que é possível fazer praticamente tudo com uma box Android. Ou quase tudo, pelo menos nas áreas do entretenimento doméstico. Pode navegar na Web com interfaces otimizadas para um uso com o comando à distância, ver vídeos no YouTube em 4K (caso o ecrã que está a utilizar e a própria box seja compatível com esta resolução de imagem), reproduzir conteúdos multimédia (vídeos, música, fotos…) a partir de unidades de armazenamento externo ou da rede doméstica, e até jogar títulos Android que conhece dos smartphones e tablets.

Veja os melhores exemplos na galeria de fotos abaixo

 

Tudo isto na televisão que tem na sala, ou em qualquer outro monitor que tenha no escritório, por exemplo. O funcionamento é simples: basta ligar a box Android à corrente elétrica e ao ecrã via HDMI.

Esta acaba por ser a ligação principal, por assim dizer, mas não nos esqueçamos que este tipo de equipamentos está munido de tudo o que precisamos neste campo: Wi-Fi e Ethernet para adesão à rede doméstica, Bluetooth para emparelhamento de comandos de jogos, ratos e teclados sem fios, USB para ligação de unidades externas (para reprodução de conteúdos) e até interfaces óticas de som para ligação a sistemas de som e colunas.

Há um ponto importante, contudo: se o seu televisor for uma Smart TV, é bem possível que praticamente todas as funcionalidades de uma box Android sejam já assumidas pela TV (principalmente se esta contar com a plataforma Android TV), com exceção de uma ou outra utilidade.

A interface Kodi é uma dessas exceções, já que a respetiva instalação é menos frequente em televisores. E esta plataforma apresenta muitas funcionalidades que já encontramos nas boxes Android em si, nomeadamente a reprodução de conteúdos, com o principal foco no acesso a canais de Web TV de todo o mundo, gratuitos e pagos.

Também para jogos?

Sim. Já mencionámos os jogos acima e é um facto que a grande parte das boxes Android podem mesmo assumir-se como mini consolas de jogos. Isto porque existem na loja Google Play uma série de jogos com interface otimizada para serem jogados em ecrãs maiores, com mais resolução e através deste tipo de dispositivos.

A experiência está longe da que obtemos a jogar no PC ou nas consolas de jogos convencionais, é certo, mas são muitos os títulos Android que nos proporcionam bons momentos de jogo sem grandes complicações e sem termos de pagar. Um dos “requisitos” poderá ser o uso de um comando de jogos emparelhado por Bluetooth à box Android. Confira na galeria sete modelos que podem ser opção, vários deles com uma relação qualidade/preço fantástica.