Já são conhecidos os vencedores de mais uma edição do Webby Awards. Estes Óscares da Internet premeiam os melhores sites ou campanhas Web em 70 categorias diferentes.



Em todas, os resultados dão uma votação fixada por um júri e uma votação que resulta da escolha do público que foi passando pelo site.



Reunimos alguns dos vencedores - eleitos pelo júri. É uma espécie de selecção TeK que aponta alguns dos projectos mais interessantes entre as escolhas dos júris. Como qualquer escolha tem sempre o seu quê de subjectiva fica também o link para a página oficial onde pode analisar todos os nomeados e vencedores.

Criado por Brad Pitt, Make It Right dá connosco o pontapé de saída para esta ronda pelos vencedores. O projecto que ganhou o Webby Award na área do activismo visa dar a algumas das famílias que perderam tudo na sequência do furação Katrina em Nova Orleães nos Estados Unidos uma nova casa.

Dois anos depois da tragédia o actor visitou o bairro 9 e percebeu que tudo estava igual ao que ficou depois da tragédia. Moveu influencias e criou a Make It Right Foundation que pretende construir 150 casas no lugar das antigas. A presença online é bem explorada.
[caption]Make it Right[/caption]

Na educação a escolha dos Webby Awards correu mundo dias antes da data que assinalou a primeira missão do homem à lua. We Choose de Moon é uma iniciativa da biblioteca e museu John F. Kennedy e permitiu recriar o momento.

[caption]We Choose the Moon[/caption]

[caption]Toyota[/caption]

Na área dos automóveis recebeu o melhor prémio, o site da Toyota. Criada pela BrandStudio, a plataforma passa uma mensagem simples: a cada quatro segundos há um novo Toyota na estrada.

Quem parar no site pode ficar a vê-los passar, depois de ganharem forma.

Quem carregar na barra de espaço fica com a hipótese de aceder a um leque muito diverso de informação, nomeadamente, sobre modelos.

Bem mais cómica é a escolha para a área de beleza e cosméticos. Não é a primeira vez que a marca Axe tem anúncios premiados e talvez não seja a única, porque a criatividade de facto está lá. O site The Fixers conta com numa série de episódios de uma espécie de programa de televisão, The Fixers Show, histórias do dia-a-dia à medida de qualquer azarado.

[caption]The Fixers[/caption]

Continuando a explorar o potencial de boa disposição, também vale a pena espreitar a melhor homepage a concurso para o júri do Webby Awards o Male Copywriter - nome do site - por trás dos conceitos é Lawson Clarke. Estilo…e muito é talvez a melhor forma de antecipar o primeiro contacto com a página, mostrada aqui em seguida.

[caption]The male copyrighter[/caption]

Ainda no mesmo registo Jim Carrey tem o site vencedor da categoria celebridades - humor. Basta passar por lá para perceber porquê. E já agora…não se perca.

[caption]Jim Carrey[/caption]

Para quem sente mais o apelo do profissionalismo dos trabalhos vale a pena dar uma vista de olhos no vencedor das distinções para melhor estrutura/navegação e melhor uso do vídeo e imagens em movimento, o Cube da HBO, onde são mostradas quatro versões de uma mesma história de forma muito bem conseguida.

[caption]HBO[/caption]

Na mesma linha, o melhor uso da fotografia vai para o Thiking Space do The Economist (que também ganhou o prémio para melhor design visual - funcionalidade) e o melhor design visual para a History of Flight, premiados que também vale a pena conhecer. Quanto ao último deixamos apenas uma nota: os voos em questão são os possíveis com ténis da Nike, dona da campanha que passa no site vencedor.


Nas áreas mais sérias é de apontar que o prémio para o melhor site na área da escrita foi para a revista The New Yorker. O Twitter foi escolhido na categoria melhores práticas e na categoria de melhor rede social e o Mashable o vencedor nas categorias: melhor blog de negócios e melhor blog de cultura.




Nota ainda para o facto do Flickr ter sido escolhido como o melhor site de comunidade, unanimemente pelo júri e pelo público. Outros repetentes, não necessariamente nestes prémios mas em distinções Web são o site de música Pandora ou o site de humor The Onion, sem dúvida moradas a guardar nos favoritos.

[caption]Record Tripping[/caption]

Fechamos esta revista aos vencedores das diversas categorias com um destaque para o site vencedor na categoria de jogos. Record Tripping levou para casa o prémio.

Um disco a tocar e um gato são os elementos centrais de deste jogo curioso, mas pouco dinâmico. O rato é meio de interacção com a plataforma.

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.