Mudam-se os tempos, mudam-se os diários. Sabemos que o provérbio não é assim, mas é o que melhor se adapta à sugestão de hoje. Grande parte dos adolescentes - principalmente do sexo feminino - manteve durante algum período da sua vida um diário onde guardavam todos os segredos e recortes de experiências que, de alguma forma, os marcaram.

Agora o livrinho com cadeado mudou de forma e passou a ter o formato de uma página de Internet. E se pensa que estamos a falar de blogs, desengane-se!

Existem algumas plataformas na Internet que lhe dão a possibilidade de fazer um verdadeiro diário online, voltado para os seus assuntos pessoais.

Caso disso é o Penzu, que junta todo o mistério das páginas de um mini-livrinho aos benefícios da Internet. Uma das particularidades deste serviço é o facto de escrever em "autênticas" folhas de caderno, com margens e linhas, tal como as reais. Mesmo não tendo, por enquanto, muitas opções de costumização, no Penzu pode escolher o tipo de letra que quer usar, o tamanho, entre outros aspectos.

A experiência de escrever na folha de papel virtual não será com certeza igual à de escrever num caderno pessoal, mas torna-se divertido poder adicionar fotografias e recortes aos seus pedaços de escrita online. As imagens adicionadas aos textos aparecem no formato thumbnail embora, sempre que passe com o rato sobre as mesmas elas apareçam em tamanho real.

Sempre que quiser partilhar a sua escrita com os amigos, pode faze-lo através de email. Envie o recorte que prefere e os seus contactos receberão um link para a página que seleccionou na caixa de correio. A partir dessa ligação, os seus amigos apenas conseguirão ver aquela página… e mais nenhuma!

A gestão das entradas no diário também é simples e não será de estranhar a todos os que já mantêm um blog.

Outra solução é o Diary.com, um site que para além de conjugar o nome perfeito com a função a que se destina, inclui uma série de funções que o facilitarão na escrita e partilha do seu dia-a-dia.

A particularidade desta plataforma reside no facto dos utilizadores poderem adicionar imagens, tal como no Penzu, poderem ainda colocar vídeos e links para outras páginas.

Caso seja a sua vontade, poderá publicar e partilhar os seus textos com todos os utilizadores, bastando que torne públicos os acessos às páginas do seu diário.

Outro exemplo de sistema gratuito é o MyDearDiary.com. Simples e com uma interface algo infantil, esta plataforma responde aos requisitos mais básicos que pode pedir.

Permite que a escrita seja pública ou privada e garante-lhe o acesso rápido às funções chave para a edição e publicação do texto e assume-se como "o primeiro diário interactivo da Internet". Criado em 1998, este site permite que os utilizadores comentem as entradas dos autores dos diários, naveguem por páginas ou fiquem a saber da publicação dos textos mais recentes através de notificações.

Agora que já lhe demos três sugestões, tem uma boa oportunidade para por de lado a caneta e deitar fora a chave do cadeado do seu diário em papel. Registe-se num destes serviços, comece a escrever online e decida se quer tornar os textos públicos, ou não. Pode ser que desta vez não apanhe a sua mãe ou irmão mais novo a ler os seus textos mais privados!

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.