As comunicações de voz e dados no estrangeiro podem tornar-se uma verdadeira dor de cabeça para quem viaja, em lazer ou em trabalho, aumentando as contas a pagar de forma significativa, sobretudo para quem já se habituou a planos conjugados e com plafonds de tráfego e minutos de voz elevados.


A Comissão Europeia tem vindo a impor aos operadores uma redução progressiva nos preços para colmatar este problema – pelo menos dentro do espaço Europeu, e no próximo dia 1 de Julho entra em vigor uma nova redução, que faz com que os minutos de voz não possam ultrapassar os 29 cêntimos por minuto enquanto na comunicação de dados o limite é de 70 cêntimos por megabyte. Mas as operadoras portuguesas prepararam também planos especiais para quem está a preparar-se para rumar a destinos internacionais nas férias, mesmo que não seja muito longe da fronteira com Espanha.


As novas regras na União Europeia fazem-se sentir de forma mais dramática na área de dados, com reduções até 90%, se tomarmos em conta os valores mais elevados, até porque é a primeira “intervenção” nestes valores, enquanto na voz se registaram já várias reduções.


O custo dos serviços de dados ficará limitado a 70 cêntimos por megabyte (mais IVA) já a partir de julho, depois irá diminuir de forma faseada para os 45 cêntimos em 2013 e 20 de cêntimos a 1 de julho de 2014. Valores aos quais deverá ser somado o IVA.


Na voz os preços das chamadas baixam para os 29 cêntimos por minuto (nas chamadas realizadas) ou 8 cêntimos (nas chamadas recebidas) e enviar uma mensagem (SMS) passa a custar 9 cêntimos. Mas também estes valores têm agendadas descidas até 2014, passando para 19 cêntimos nas chamadas realizadas. Nessa data cada mensagem curta só vai custar 6 cêntimos na UE, mais IVA, como mostra o quadro abaixo.



[caption][/caption]

Um pouco por toda a Europa os operadores anteciparam algumas destas medidas e já apresentam tarifas de roaming mais baixas do que a chamada Eurotarifa, como conclui um relatório recente do Organismo de Reguladores Europeus das Comunicações Eletrónicas (BEREC).
No final de dezembro o preço médio das comunicações de voz em roaming na UE, no âmbito desta tarifa, era de 0,313 euros por minuto, descendo ligeiramente face ao final do terceiro trimestre e aumentando a distância relativamente ao teto imposto por Bruxelas, que é de 0,35 euros.

Em Portugal a TMN antecipou também as reduções de valores e ainda em Junho comunicou um desconto de 60% nas comunicações de dados em roaming, através de uma nova oferta classe económica, que abrange também as comunicações de voz, onde a descida é de 25%.

A operadora disponibiliza agora três pacotes de roaming: Soft, Regular ou Plus, que abrange os países da União Europeia mas que também se estende aos Estados Unidos, Brasil, Suíça e Cabo Verde, por exemplo.

Os pacotes de dados para telemóveis, PCs e tablets, só estão disponíveis para clientes com assinatura.

A Vodafone fez chegar aos seus clientes a informação ainda em Maio, mas com tarifas a aplicar apenas a partir do próximo domingo, 1 de Julho. A operadora passa a cobrar 35,67 cêntimos por chamada realizada, 9,84 cêntimos por chamada recebida e 11,07 cêntimos por SMS enviado, valores já com IVA.

Nos dados o preço é de 86,1 cêntimos por MB (com IVA) e a taxação será efectuada ao KB. Valores com IVA. Neste caso a aplicação do teto máximo definido pela UE é rigorosa, mas os clientes podem optar por uma tarifa diária de 8 euros com 100 MB incluídos, estando ainda disponíveis outras opções com pacotes mensais.

A Vodafone lembra ainda que, nos destinos europeus, os seus clientes podem aplicar os planos de voz que usam em Portugal, acrescidos de uma taxa fixa de 70 cêntimos por chamada.

Na Optimus a filosofia é a mesma: a partir de 1 de julho na Europa as chamadas passam a custar 35,7 cêntimos por minuto, e os SMS 11 cêntimos. Nos dados a operadora tem um serviço que permite pagar 3 euros por 6 MB de tráfego, um valor que é ainda muito elevado comparado com o praticado pela Vodafone.

Mesmo com estas reduções, os preços de roaming continuam a ser elevados, sobretudo em destinos mais exóticos e em situações como deslocações em cruzeiros. E a utilização de dados no computador e smartphone pode tornar-se uma armadilha para quem não desligar as atualizações automáticas e o recurso à Internet de algumas aplicações.

Vale a pena passar pelo site desenvolvido pela Anacom, o Roaming Light, onde encontra informação sobre tarifas mas também respostas às principais dúvidas dos utilizadores que podem ser úteis para poupar na fatura final.

E boas viagens!

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Fátima Caçador

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.