Todos sabemos das "inclinações" do TeK no que às tecnologias concerne, razão pela qual procuramos trazer-lhe sugestões que lhe permitam tirar melhor partido de tudo aquilo que a inovação coloca à sua disposição. Mas a vida não são só gadgets, software e produtividade, e a Web pode ser um instrumento útil quando se trata de encontrar actividades para levar a cabo… bem longe do ecrã do computador.

Com o bom tempo a chegar adensa-se a vontade de sair de casa, mas nem sempre é fácil descobrir formas de entreter os mais novos e algum planeamento pode ajudar. Hoje damos-lhe algumas sugestões de sites a conferir na hora de escolher.

As opções são mais que muitas, por isso seleccionámos algumas páginas de locais a visitar, mas também exemplos de guias, actualizados consoante a oferta cultural do momento e que oferecem pequenas críticas e sinopses das actividades possíveis.

A abrir as hostilidades, sugerimos uma passagem pelo "divisão" site do CCB dedicado a crianças e famílias. Chama-se Fábrica das Artes e providencia uma selecção de actividades e exposições e espectáculos dedicados as várias faixas etárias. As actividades são concebidas "no âmbito das artes performativas em dois eixos principais: espectáculos e oficinas", explica-se online.

[caption]CCB - Fábrica das Artes[/caption]

Durante a semana as iniciativas são destinadas à comunidade escolar e ao fim-de-semana a programação é dirigida a crianças e às suas famílias. O espaço também organiza festas de aniversário temáticas, para crianças a partir dos 4 anos e com "formatos" que variam em função da idade dos intervenientes. Os eventos têm um custo de 19 euros por cada participante.

Seguindo a rota dos museus, a próxima aposta passa pela Fundação Calouste Gulbenkian. Com uma agenda que apresenta sugestões para "hoje", "esta semana" ou "este mês", constitui uma alternativa de fácil consulta e com propostas que podem incluir visitas a exposições, actividades no jardim ou ateliers, por exemplo. Os preços começam nos 5 euros e as iniciativas podem ser destinadas à participação em família ou a crianças mais independentes (a partir dos 4 anos).

[caption]Fundação Calouste Gulbenkian[/caption]

A próxima proposta na lista é um espaço que já goza de alguma popularidade pelas iniciativas dirigidas aos mais novos: o Oceanário de Lisboa. No que respeita às crianças, as ofertas deste "aquário gigante" são várias, começando logo pelos de mais tenra idade, com as sessões de concertos para bebés (até aos 3 anos), aos sábados de manhã. A entrada custa 25 euros e é válida para um bebé e dois adultos.

[caption]Oceanário de Lisboa[/caption]

Dormir com os tubarões, brincar aos detectives (CSI) ou mesmo os programas para quem prefere (e pode) passar as "férias debaixo de água", são outras das possibilidades, com preços a partir dos 40 euros e actividades dirigidas a um público a partir dos 4 anos. Organizar a festa de anos no Oceanário também é possível, bem como pedir a este que se "desloque" a casa do aniversariante.

[caption]Museu da Marioneta[/caption]

Para aqueles que preferem os trabalhos manuais e têm um gosto especial por desenhos animados e bonecos, a sugestão recai sobre o Museu da Marioneta, onde podem aprender a fabricar marionetas ou a usar as mãos para contar histórias. Os ateliers e visitas guiadas estão abertos à participação de crianças a partir dos 3 anos e podem ser consultados na secção "Educação" do site. O museu também organiza festas de aniversário, com livros, jogos e fantoches, para crianças a partir dos 5 anos, mas não menciona preços online.

[caption]Planetário[/caption]

O Planetário continua a ser passagem obrigatória em roteiro de programas destinados a miúdos. O espaço pelo qual já passaram algumas gerações sofreu remodelações e adaptou-se aos tempos modernos, sempre com os olhos postos na ciência e astronomia. Durante a semana as sessões são dedicadas às escolas mas ao fim-de-semana é possível participar nas sessões dedicadas a famílias ou crianças. As entradas custam 2 euros até aos 17 anos e 4 euros para adultos.

Quando a "diversão pela diversão" é o objectivo, o Fun Center pode ser a solução. No centro de diversões do centro comercial Colombo concentram-se todo o tipo de jogos, videojogos, simuladores e carrosséis, que podem regados a refrigerantes e acompanhados de pipocas e algodão doce, para compor o cenário. Convém não esquecer que aqui tudo é pago, através de um cartão que se recarrega com créditos.

[caption]Fun Center[/caption]

O espaço organiza festas, que incluem animação e comida em sintonia com o local (leia-se batatas fritas, pizzas e afins) e conta com uma área dedicada ao bowling (a partir de 15 euros por jogo), com 14 pistas, direito a sapatos e música a rigor.

Como prometido, deixamos para o final três endereços a registar para não perder pitada da agenda cultural dedicada aos mais novos. Aqui poderá consultar, sempre que necessário os destaques da semana no que respeita a exposições ou actividades temporárias.

[caption]Guia do Lazer[/caption]

A primeira sugestão a secção "Putos" do Guia do Lazer, do Público. Permite-lhe pesquisar por tipo de vento ou dar uma vista de olhos ao calendário e sugestões propostas, fornecendo uma pequena descrição dos espectáculos.

Com o selo do Lifecooler, vale ainda a pena conferir as propostas "Sub 12" do "Guia da Boa Vida". Aqui são apresentadas sugestões para pais e filhos, que são renovadas a cada semana. Desta vez, estão em destaque as exposições e duas mostras de teatro.

[caption]Lifecooler Sub 12[/caption]

Já a fechar o lote de hoje, vale ainda a pena olhar para área dedicada às crianças na Agenda Cultural de Lisboa. A listagem procura compilar toda a oferta cultural da cidade dedicada aos mais novos, sendo renovada a cada mês.

[caption]Agenda Cultural[/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.