São uma alternativa ao envio de mensagens cada vez mais popular e até já há quem anteveja a morte do SMS à sua custa. As apps de chat para telemóvel, como o WhatsApp, fazem sucesso em muitos países, em que a vizinha Espanha e Brasil são exemplo, mas não só.

Os resultados de um estudo da Informa, apresentados no ano passado, referem mesmo que as aplicações de instant messaging ultrapassaram as mensagens de texto tradicionais pela primeira vez.

A empresa diz que em 2012 foram enviadas 19 biliões de mensagens de chat através do telemóvel, face a 17,6 biliões de SMS.

A diferença deverá continuar a crescer ainda mais durante os próximos anos, à medida que mais utilizadores têm smartphones e contratam planos de dados.

A estimativa é de que já este ano sejam enviadas 50 biliões de mensagens através de chat, contra cerca de 21 biliões de SMS.

Lançada em 2009, a WhatsApp é atualmente a líder nas aplicações de chat em todo o mundo. O serviço tem 450 milhões de utilizadores ativos por mês. Número que levou o Facebook a desembolsar 19 mil milhões de dólares pelo serviço.

A aplicação permite enviar mensagens de texto, áudio, imagem e vídeo de forma instantânea através de dispositivos iOS e Android, e só prevê o pagamento de um fee único de 89 cêntimos ao fim do primeiro ano de utilização.

Mas além da WhatsApp - e com o Skype e o chat do Facebook à parte -, há outras aplicações de chat para telemóvel que não implicam custos adicionais (a não ser os do plano de dados contratado).

A KakaoTalk é uma delas. A aplicação ganhou há pouco tempo uma versão em português, ao mesmo tempo que anunciava a abertura de um escritório em São Paulo, no Brasil, o primeiro fora da Ásia, de onde é originário.

Este serviço pede o número de telefone em uso para enviar um código de verificação de quatro dígitos quando o registo é feito. Depois vê entre os contactos se existem outros utilizadores KakaoTalk, de forma idêntica ao que sucede no WhatsApp.

[caption]Kakao[/caption]

Entre as funcionalidades está a possibilidade de começar conversas em grupo, enviar imagens ou notas áudio e partilhar apontamentos de agenda. Ao contrário da WhatsApp, permite fazer chamadas de voz para outros utilizadores da aplicação, através da Internet. Disponível para iOS, Android, Windows Phone e BlackBerry.

[caption]Viber[/caption]

Com o Viber também é possível fazer chamadas através da Internet, sendo que o método de registo é idêntico ao descrito no Kakao. Entre os mais de 30 idiomas suportados, o português (de Portugal) é um deles. Esta app está disponível para as plataformas iOS, Android, Windows Phone e BlackBerry. Também o Viber esteve envolvido recentemente num grande negócio, tendo sido comprado pela japonesa Rakuten por 900 milhões de dólares.

No Kik o registo é feito com o endereço de email, e com a escolha de um username que permitirá aos outros utilizadores da aplicação encontrá-lo. Não permite chamadas de voz, mas mantém todas as outras funcionalidades chave num serviço do género em dispositivos iOS, Android, Windows Phone e BlackBerry.

O Line distingue-se pela aposta na interligação de diferentes dispositivos, pois além do smartphone, conta com versões para PC e Mac. Igualmente disponível para as quatro plataformas móveis principais - iOS, Android, Windows Phone e BlackBerry.

[caption]Line[/caption]

Nota de redação: texto publicado originalmente a 29 de abril de 2013

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.