O Dia da Internet Segura realiza-se hoje e por isso vale a pena reflectir sobre a forma como navega na Internet, e como deixa navegar os elementos mais jovens da família. Os riscos associados à utilização da rede vão existir sempre, mas em boa medida está na mão do utilizador prevenir muitos deles.



Pensar duas vezes antes de abrir uma mensagem com remetente desconhecido e desconfiar sempre de ofertas que parecem demasiado boas para ser verdade, podem parecer dois conselhos básicos, mas o número de pessoas que vêm comprometidos os seus PCs por não respeitarem estas máximas continua a ser impressionante. Ainda que alguns dados mostrem que se mantêm estáveis.



O relatório anual da Symantec, divulgado em setembro do ano passado revelava que a cada segundo 18 adultos são vítimas de cibercrime em todo o mundo, o que faz ascender a mais de meio milhão o número de vítimas diárias deste tipo de esquemas. A empresa concluía no entanto, que nos dois meses anteriores à publicação do estudo a percentagem de utilizadores afectados por estas problemas se tinha mantido estável, face ao mesmo período de 2011.



Mesmo assim, a Symantec concluiu que os prejuízos do cibercrime ascendiam a 110 mil milhões de dólares ao ano para os consumidores, uma média de 197 dólares por utilizador afetado.



Dados dos laboratórios da Kaspersky explicam melhor que ataques são mais frequentes e a que áreas deve estar mais atento quem navega na Internet. Diz a empresa que por dia são detectadas 2.000 amostras de malware.





As redes sociais, os bancos e as lojas online estão entre as plataformas mais usadas pelos atacantes e são por isso os serviços onde deve ser mais cuidadoso.




Só no que se refere ao malware bancário, normalmente materializado em programas que procuram roubar dados de acesso a contas ao utilizador, são detetadas diariamente 140 mil novas ameaças.



A infografia, preparada pela empresa de segurança esquematiza os principais números que deve ter em mente quando navega na Internet, seja através do PC ou do telemóvel.

[caption]<Conselhos Kaspersky[/caption]

A empresa também usa a imagem para detalhar 12 conselhos úteis para uma navegação mais segura, uma espécie de regras de conduta a seguir para uma navegação mais tranquila, com conselhos claros para os mais novos que estão entre os grupos etários fortemente afetados pelos perigos da rede. Muitas vezes por não cumprirem regras básicas de segurança.

[caption]Conselhos Kaspersky[/caption]

Fechamos com mais sete conselhos, alinhados pela portuguesa AnubisNetwork para este dia da Internet Segura. A empresa, especialista em soluções de segurança para email e redes, é um dos players com oferta na área das soluções de controlo parental, serviços que permitem limitar permissões na Internet e manter um rasto das atividades realizadas pelos menores.



  • Colocar Passwords distintas para os diferentes serviços



  • Utilizar uma firewall (ligar-se à Internet sem uma firewall é como deixar a
    porta de sua casa aberta)



  • Instalar Antivirus e AntiSpyware



  • Não aceitar ficheiros enviados (em anexo) por quem não conhecemos



  • Nas redes sociais, não responder a comentários ofensivos



  • Ter em mente que a melhor forma de manter um filho seguro é mantendo uma
    comunicação aberta com ele. Ao impedir, por falta de comunicação, que um jovem
    recorra a um adulto quando se sente em apuros é deixá-lo sozinho e vulnerável e
    permitir que o pior aconteça.



  • Envolver-se nas atividades online do seu educando e mostrar-lhe que terá
    ajuda caso se sinta ameaçado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.