A gigante tecnológica dividiu as falhas em dois níveis e encorajou os fabricantes de smartphones Android a corrigir todos os problemas listados no boletim e “a usar o último nível de patch de segurança".

Entre as 47 falhas, 37 são classificadas como prioridade “alta” e 10 são apontadas como o tipo mais grave de erro, sendo uma delas a existência de uma vulnerabilidade no framework multimédia que poderia permitir um invasor remoto.

Para os fabricantes de dispositivos Android, estes erros não são uma surpresa uma vez que são notificados destas questões pelo menos um mês antes da sua publicação.

O patch de segurança deste mês, para além de divulgar os ficheiros OTA e imagens de fábrica dos dispositivos elegíveis, também inclui a correção KRACK, ameaça que podia afetar qualquer dispositivo capaz de se conectar a uma rede Wi-Fi.

Abaixo as imagens de fábrica e OTA do Android Oreo 8.1:

A atualização do Android 8.1 trouxe muitos novos recursos e otimizações,  tanto a nível visual como a nível de desempenho, como, por exemplo, a interface do gestor de bateria recebeu alguns refinamentos menores que monitorizarão melhor as aplicações que consomem mais energia da bateria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.