Dave Burke, vice-presidente de engenharia do Android na Google, aproveitou uma conversa com a ARS Technica para dar mais alguns detalhes sobre a forma de funcionamento da nova versão do Android, que será lançada no próximo dia 3 de novembro.



Segundo o responsável, será possível apagar do sistema operativo as aplicações que os operadores instalam nos equipamentos de forma proactiva e sem a concordância do cliente. A maioria destas apps, carregadas de origem pelas empresas que fornecem os serviços de comunicações, não é hoje possível apagar, pelo menos recorrendo às opções do sistema operativo.

O Lollipop vai integrar um novo sistema para a instalação de app, o Google Auto Installs, que irá reconhecer o cartão SIM do utilizador quando este é introduzido no equipamento, fazendo a instalação automática das apps do operador. A mesma funcionalidade vai permitir apagar estas aplicações.


"A partir de agora quando tem um cartão SIM da Verizon no dispositivo, este instala as apps de Verizon como parte do processo de instalação, mas fica imediatamente disponível a hipótese de apaga-las", exemplificou o responsável.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.