Criada na Dinamarca, esta aplicação pretende poupar tempo aos seus utilizadores quando estes pretendam reclamar sempre que algo corra mal com o seu voo. Uma máxima que se aplica para os últimos três anos.

Para tal, os utilizadores têm de fazer o download da aplicação, disponível para Android e iOS, e preencher um formulário online com os detalhes do voo em causa.

A partir daqui, os responsáveis da AirHelp comprometem-se a tratar de toda a papelada, perseguir as companhias aéreas e, “caso se recusem a pagar a sua indemnização”, ir a tribunal.

Sempre que uma reclamação é bem sucedida, o montante da indemnização é diretamente transferido para a conta bancária do queixoso, deduzido de 25%, valor cobrado pela AirHelp pela prestação do serviço.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.