Passa demasiadas horas em frente ao PC? Saiba que foi lançada uma app grátis que permite dar descanso à vista. Tem também disponível uma aplicação  que, além de rastrear o seu humor, pode verificar se os jogos estão a ter um impacto positivo no seu estado de espírito. E pratica ténis? Vai poder colocar o iPhone a gravar e deixar a Tennis Tracking AI, com as suas capacidades de Inteligência Artificial, analisar o seu desempenho.

A semana foi igualmente marcada pelo lançamento, oficial, por parte do Instagram, da aplicação Reels, que permite fazer "vídeos curtos e divertidos" - ao género TikTok -  dentro da plataforma. Estas são algumas das propostas do nosso resumo semanal. Veja o conjunto na integra nas próximas "linhas".

Passa demasiadas horas em frente ao PC? Há uma app grátis que permite dar um descanso à vista

É sabido que demasiada exposição à luz azul emitida pelos ecrãs pode ter um impacto negativo na qualidade de sono. Se passa longas horas a trabalhar em frente ao computador, a F.lux pode ajudar a dar um descanso à vista e a prepará-lo para a hora de dormir, tudo através de uma interface simples e intuitiva.

Devido à pandemia de COVID-19 os nossos estilos de vida tornaram-se ainda mais digitais. Para quem está a cumprir funções remotamente, nem sempre é fácil fazer uma separação da esfera do trabalho da de casa: as horas passadas ao computador vão-se prolongando e a vista vai tornando-se cada vez mais cansada.

Além disso, são vários os estudos que indicam que demasiada exposição à luz azul emitida pelos ecrãs dos equipamentos pode afetar a produção de melatonina e prejudicar o funcionamento do relógio biológico do cérebro, causando uma disrupção no tempo e qualidade do sono.

Através da F.lux é possível ajustar automaticamente o tom da luminosidade emitida pelo ecrã do computador. À medida que o dia vai passando, a aplicação dá um tom mais quente à luz, tornando-a menos intensa e ajudando o utilizador a preparar-se para a hora de dormir.

Para começar a usá-la, precisa apenas de indicar a sua localização geográfica e a hora em que geralmente se vai deitar. Nas definições da aplicação pode configurar a velocidade de transição entre a luminosidade diária e noturna ou, então, escolher um tom que se adapte às suas necessidades.

Por exemplo, se estiver a fazer edição de imagens ou qualquer tipo de trabalho onde seja necessário prestar atenção às cores, pode desativar temporariamente a aplicação e programa-la para se ativar quando lhe for conveniente.

Mas não é tudo: se utilizar lâmpadas inteligentes da Phillips pode até controlar a intensidade da iluminação da sua casa através da app. A F.lux é gratuita e, para já, está apenas disponível para computadores com os sistemas operativos Windows, MacOS e Linux.

Um sorriso na cara todos os dias com a ajuda de jogos. É esta a missão da app Smappy

Para além de rastrear o seu humor, a app para iOS tem outra missão bem clara. Através da aplicação pode verificar se os jogos estão a ter um impacto positivo no seu estado de espírito.

Nem sempre é fácil sorrir num dia menos bom, mas a app Smappy quer dar uma ajuda. A aplicação para iOS não é apenas um rastreador de humor, recorrendo à realidade aumentada para disponibilizar jogos e desafios que o querem fazer sorrir.

A "terapia de sorriso" da app é feita através do controlo de avatares 3D, que são os próprios utilizadores, e de jogos, desenhados para o fazer sorrir. Com jogos rápidos e divertidos, o que se pretende é que termine as missões com outro estado de espírito, caso o seu dia não esteja a ser propriamente fácil.

Para além dos jogos, pode ainda completar desafios diários. O melhor mesmo é registar o seu progresso e recolher as medalhas cada vez que cumprir com as missões que lhe são atribuídas.

Sem ser necessário fazer um log in, a Smappy regista também o seu humor, permitindo-lhe analisar quando se sente melhor ou pior ao longo dos dias. Os gráficos vão ajudar-lhe a perceber a mudança de estado de espírito e o impacto que cada jogo tem no seu dia-a-dia.

A app, disponível em dark mode, permite sincronizar os dados entre equipamentos através da iCloud e está disponível gratuitamente na App Store. No entanto, existe também uma versão premium, com acesso a todos os recursos e sem anúncios.

Já experimentou fazer Reels? É a mais recente novidade do Instagram

Provavelmente já se apercebeu que o Instagram ganhou um novo recurso esta quarta-feira. Chama-se Reels, “mexe” com conteúdos vídeo e, sim: é uma espécie de TikTok.

As comparações são inevitáveis, até porque os objetivos são descaradamente idênticos: a possibilidade de criar pequenos vídeos, divertidos, que podem conter filtros, máscaras e música ou outros efeitos sonoros.

Mais precisamente, o Reels permite gravar - ou juntar e editar - vídeos com um máximo de 15 segundos, mediante o acesso a várias ferramentas de edição criativas.

São cinco as opções: áudio, que permite pesquisar uma música na biblioteca do Instagram e que também permite áudios próprios; velocidade, para acelerar ou reduzir a velocidade de uma parte do vídeo ou do áudio; efeitos, que permite aceder à galeria disponibilizada pelo Instagram; temporizador, para definir o tempo de gravação e fazer a contagem regressiva antes desta começar; e o alinhar, que se refere à possibilidade de alinhar objetos do vídeo anterior antes de gravar o próximo, para ajudar a criar as melhores transições em momentos como troca de looks ou a participação de mais amigos.

Pode partilhar o seu Reels logo que esteja pronto ou guardá-lo como rascunho, alterando a imagem de capa, adicionando uma legenda e hashtags, ou marcando os seus amigos.

Os vídeos finais do Reels são mantidos num separador no seu perfil, que ficarão visíveis para os seus seguidores, caso tenha uma conta privada, ou para a comunidade de utilizadores do Instagram, no geral, caso a conta seja pública. É também nesse separador que ficam guardados os rascunhos.

Tendo uma conta pública ou privada, pode partilhar um vídeo Reels nas stories, com os amigos chegados ou por mensagem direta. Neste caso, um Reels será igual a uma História normal: não será partilhada no Reels no Explorar, não será exibida no seu perfil e desaparecerá após 24 horas.

O novo Reels é um recurso integrado no Instagram e pode ser usado em Portugal desde esta quarta-feira.

Brawlhalla é um festival de pancadaria que chegou finalmente aos smartphones

O jogo da Ubisoft inspira-se no sucesso de Super Smash Bros., com o seu leque de personagens num autêntico battle royale de pancadaria.

Depois de estar disponível como free-to-play no PC e consolas nos últimos anos, Brawlhalla é um jogo de combate familiar, com toques de battle royale, que chegou finalmente aos smartphones. O resultado é um festival de pancadaria, com um leque de personagens exclusivas e de outras séries de videojogos, assim como universos que nada têm a ver com o gaming.

Entre as personagens vai encontrar os heróis de Rayman, Shovel Knight e até Lara Croft de Tomb Raider. Chegam ainda Hellboy da banda desenhada e diversos lutadores da WWE: The Rock, John Cena, The Undertaker e Macho Man, para referir alguns.

O jogo coloca quatro jogadores numa arena de combate 2D, com o objetivo de arremessar os adversários para fora da arena, semelhante às regras de Super Smash Bros. O jogo suporta cross-play, o que significa que do telemóvel pode jogar contra adversários que estejam no PC, PS4, Xbox One e Switch. Há rankings online e torneios para jogadores mais experientes.

Pode fazer o download de Brawlhalla em versões iOS e Android.

Pratica ténis? Coloque o iPhone a gravar e deixe esta app de IA analisar o seu desempenho

O "treinador" virtual chama-se Tennis Tracking AI e foi desenvolvido por uma empresa portuguesa.

Melhorar o desempenho dos jogadores é a missão da Tennis Tracking AI. A app, baseada em inteligência artificial (IA), analisa as partidas dos utilizadores e, sendo uma espécie de treinador de ténis virtual, avalia a qualidade da performance do praticante da modalidade. Para isso, combina algoritmos de processamento de imagem, visão computacional e aprendizagem automática, sendo necessária a gravação de um vídeo.

Para conseguir tirar proveito da app, e perceber que performance está a ter, o tenista tem de filmar a prática, o que permite à aplicação analisar o desempenho através da ajuda da IA. A Tennis Tracking AI consegue, através de vídeos mais curtos, registar apenas os momentos em que a raquete toca na bola.

A app grava ainda automaticamente frames de fotografias dos vídeos, podendo partilhar com outras pessoas e utilizá-los para melhorar a sua postura. Mas será que está a rematar com força suficiente? A resposta pode ser encontrada na app, que regista valores de velocidade. Outro recurso vantajoso é o mapa de calor, que permite analisar onde é que a bola acaba por cair.

A Tennis Tracing AI resulta do projeto Tennis Video Sports AI, financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte, pelo Portugal 2020 e pela União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Desenvolvida pela portuguesa AppGeneration, a app é gratuita e está disponível na App Store.

Google introduz “cofre” na aplicação de ficheiros para proteger privacidade dos utilizadores

Os utilizadores podem guardar ficheiros protegidos com um PIN para que ninguém tenha acesso aos mesmos no smartphone.

Pegando no exemplo de uma mãe que empresta o smartphone aos seus filhos para os ajudar nas aulas ou se entreterem com jogos, mas com o receio de arquivos importantes serem apagados ou acidentalmente partilhados, a Google introduziu uma nova funcionalidade de proteção à sua aplicação de gestão de ficheiros Files.

O Safe Folder funciona como um cofre dentro da aplicação Files, permitindo ter conteúdos em segurança. Esta pasta é encriptada por um PIN de quatro dígitos, onde os utilizadores podem colocar documentos, imagens, vídeos e ficheiros de áudio. Apenas o portador da chave poderá destrancar a pasta e aceder aos seus conteúdos.

O cofre fecha-se automaticamente assim que o utilizador sai da app Files, impedindo o seu acesso quando a aplicação está em suspenso em background. E mesmo que o utilizador regresse à pasta, por questões de segurança será novamente pedido o código de entrada. Poderá assim emprestar o equipamento aos seus filhos ou a outros, sem a preocupação de perder os seus documentos pessoais ou outros ficheiros importantes.

A aplicação Files permite aos utilizadores fazer uma melhor gestão do espaço livre do smartphone. A app é sobretudo popular nos smartphones com capacidades muito limitadas de armazenamento, que obrigam os utilizadores a desinstalar ou apagar constantemente conteúdos, sobretudo em equipamentos vendidos a comunidades mais pobres como a Índia, Nigéria ou Brasil.

A nova funcionalidade está disponível gradualmente a partir de hoje, e durante as próximas semanas. Se ainda não tem o Files, pode fazer o download gratuito para Android.

A Google partilhou alguns números de curiosidades relacionados com a aplicação Files:

- Foram apagados cerca de um bilião de ficheiros desorganizados, que se fossem removidos à mão fotos duplicadas, memes antigos ou lixo, demoraria 30 mil anos.

- Foram poupados mais de 400 petabytes de espaço livre dos smartphones dos utilizadores, o equivalente a 1.400 anos de gravação de vídeo em HD.

- Foram apagados cerca de 12 GB de espaço a cada segundo, o equivalente a 5 mil fotos por segundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.