A plataforma permite contabilizar e mapear os lixo marinho encontrado nas praias portuguesas, sensibilizando a população para a preservação dos oceanos e alertando as autoridades competentes para a limpeza necessária.

Através do site pode fazer o registo e começar a participar, fazendo a contagem do lixo, mas também verificar as estatísticas de lixo encontrado por outros utilizadores. A contagem simples, composta por 20 itens – representando os materiais e resíduos que mais se registam nas praias de Portugal –, indicará as tendências dos tipos de lixo ao longo do tempo. A contagem científica, dirigida a investigadores/técnicos especializados, inclui uma lista mais alargada de tipos de lixo marinho e poderá ser útil às entidades responsáveis pelas monitorizações nacionais e internacionais deste tipo de poluição.

Os plásticos são a principal praga que assola os mares e, em média,  8 milhões de toneladas de lixo vão parar aos oceanos e as tendências indicam um aumento destas projeções, como salienta a  coordenadora da plataforma lixo marinho.

A plataforma está acessível no browser mas também no facebook e instagram e foi desenvolvida por investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, em parceria com a Associação Portuguesa do Lixo Marinho (APLM).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.