A Microsoft vai pôr um fim à aplicação Cortana para Android e iOS a partir de 31 de janeiro de 2020. A mudança aplica-se apenas a oito dos 13 territórios onde estava disponível: Reino Unido, Austrália, Canadá, China, Alemanha, Índia, México e Espanha. Para já, a empresa ainda não anunciou que planos tem preparados para as restantes regiões.

A empresa indica numa publicação na sua página de apoio ao cliente que, depois da data estabelecida, os utilizadores poderão apenas aceder a todo o conteúdo anteriormente criado, à semelhança de lembretes ou listas, através da versão para desktop da Cortana ou da aplicação Microsoft To Do. A gigante tecnológica afirma também que lançará uma versão atualizada do Microsoft Launcher, no entanto, sem a sua assistente inteligente incluída.

A decisão surge após a empresa ter anunciado na conferência Ignite, no início de novembro, que a assistente virtual será progressivamente integrada na suite de aplicações Microsoft 365, de forma a torná-la mais útil. Numa primeira fase, a Cortana passa então a fazer parte do Outlook para dispositivos móveis, sendo capaz de ler emails através do software Microsoft text-to-speech, para além de ajudar o utilizador a marcar, por exemplo, reuniões.

Assistente da Google já fala português (de Portugal). E agora é oficial
Assistente da Google já fala português (de Portugal). E agora é oficial
Ver artigo

Em 2015, a Microsoft decidiu expandir a experiência do Windows 10 a (quase) todos os ecrãs do utilizador. Assim, nesse ano, lançou a aplicação da Cortana para Android e, mais tarde, a versão para iOS. No entanto, a aposta não conseguiu ganhar a mesma popularidade de outros assistentes inteligentes à semelhança do Google Assistant. De acordo com dados da Sensor Tower, a versão mobile da Cortana apenas conseguiu chegar ao número 254 do top de aplicações de produtividade da App Store. Na Play Store, os resultados também não foram “brilhantes”, uma vez que se situa na posição 145 na tabela da mesma categoria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.