Esta semana passaram pelo TeK propostas como a primeira plataforma social de design, ou o novo LinkedIN, que emerge da renovação das aplicações da rede social empresarial para iOS e Android.

Tivemos mais propostas, para quem gosta de usar os tempos de lazer no telemóvel para treinar o cérebro ou descobrir novos conteúdos. Mas o melhor é não revelar tudo já e convidá-lo para uma viagem pelas próximas páginas, para que possa descobrir por si se alguma das sugestões lhe interessa. 

Estenda a criatividade para além das fotografias do smartphone com o Studio Design

Corte, cole e adicione texto, mas depois partilhe com os amigos antes de finalizar o design. A criatividade pode entrar em roda livre com esta aplicação para iOS.

A app Studio Design apresenta-se como a primeira plataforma social de design e o objetivo é usar e a abusar de outras criações para chegar ao resultado final desejado. Mas tudo em modelo de crowdsourcing e com a ajuda dos amigos.

Não é preciso ter conhecimentos especiais de design, só bom gosto e imaginação. O resto fica por conta das ferramentas que são fáceis de usar e cheias de recursos adicionais.

A app está disponível de forma gratuita para iPhone e iPad e smartphones ou tablets Android e pode melhorar significativamente as suas peças de comunicação normais, ou para dias especiais. E se precisar de inspiração há toda uma comunidade onde procurar mais propostas.

Veja ainda o vídeo que demonstra algumas das funcionalidades do Studio Design.

Veja a próxima aplicação

Organize os seus podcasts e descubra novos com o Podcast Addict

Para quem gosta de seguir o rasto a novos conteúdos, mantendo-se a par do que a Internet tem para oferecer e de novos formas para enriquecer conhecimentos, a Podcast Addict pode ser uma boa ferramenta. E é gratuita.

A aplicação vai dar-lhe uma ajuda preciosa na tarefa de organizar todos os podcasts de áudio ou vídeo que subscreve, mas também outro tipo de conteúdos que costume consumir no smartphone, como canais do YouTube ou notícias.

A partir da própria aplicação pode diversificar a lista de podcasts seguidos, subscrevendo novos canais de informação, ou importando as inscrições que já tem. Outra possibilidade é copiar e colar os feeds RSS de podcasts para se inscrever.

O software é gratuito e nessa versão estão disponíveis todas as funcionalidades, embora tenha publicidade associada. A versão sem publicidade custa 2,59€. A versão gratuita para Android está disponível para download aqui.

Veja a próxima aplicação

LinkedIn muda (muito) em nova versão para Android e iOS

Já há algum tempo que andava a ser preparada a atualização da app do LinkedIn que ficou disponível no início desta semana. A versão móvel da rede social tem agora um design mais minimalista e mais intuitivo, com um estilo mais próximo do "facebookiano".

A app renovada separa as funcionalidades em cinco separadores distintos: a página de início, o perfil do utilizador, mensagens, a minha rede e pesquisa. Parte agora de um feed central que mostra as atualizações e conteúdos partilhados pela rede de contactos do utilizador.

De forma idêntica ao Facebook, filtra o que é mostrado com base naquilo que o utilizador possa estar mais interessado em ver - por costumar aceder ou interagir com os conteúdos publicados por aquele contacto ou grupo. À medida que a aplicação for mais usada, a filtragem vai ficando mais inteligente, promete a equipa do LinkedIn.

Outra das novidades é o separador "A minha rede" onde surgem listados os contactos do utilizador, num resumo diário, mas também existem as sugestões "Pessoas que talvez conheça".

Há também um separador para as mensagens privadas para que seja possível entrar em contacto direto com as pessoas que estão na nossa rede, ao género instante messaging, evitando a utilização do email.

Recorde-se que na versão anterior para aceder à maior parte destas funções era necessário "deslizar" as janelas lateralmente, ficando apenas uma opção visível. Neste momento todos os separadores estão à mostra, com possibilidade de acesso a cada momento.

O novo LinkedIn móvel já está disponível para Android e iOS.

Veja a próxima aplicação

RGB Express: um jogo para manter o cérebro 'afiado'

Um desafio por dia nem sabe o bem que lhe fazia. Ou dois ou três. Isto para dizer que no jogo RGB Express os utilizadores podem encontrar puzzles desafiantes, mas não impossíveis de resolver - o equilíbrio certo para manter o cérebro exercitado.

O jogo é simples e o seu design engraçado. Na aplicação RGB Express o utilizador tem de garantir que carrinhas de diferentes cores chegam aos respetivos armazéns, tendo de apanhar as encomendas pelo caminho.

O problema é que as estradas mudam de nível para nível e muitas vezes os camiões vão percorrer os mesmos caminhos - mas não podem. Este é o grande desafio: fazer com que todas as entregas são feitas e não há sobreposição de rotas.

Existem vários níveis para percorrer, várias cidades para desbloquear e se não quiser 'varrer' todo o desafio de uma vez, este pode ser daqueles jogos ideais aqueles momentos de espera, ao mesmo tempo que vai garantindo exercício ao cérebro.

O jogo RGB Express está disponível para Android e iOS.


Veja a próxima aplicação

Ajude a mapear os locais acessíveis a cadeiras de rodas com esta app

Ontem foi Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, mas na verdade estas têm de enfrentar obstáculos todos os dias. A iniciativa Wheelmap quer ajudar a planear as deslocações.

O projeto tem origem na Alemanha, onde está mais disseminado, mas isso não impede que outras cidades se tenham apropriado da ideia e partilhado os seus locais acessíveis.

Wheelmap.org está disponível via browser, onde qualquer pessoa pode fazer o mapeamento de locais acessíveis na zonas que conhece, indicando se têm acesso a utilizadores com cadeira de rodas, uma informação que se estende dos acessos até às casas de banho.

Portugal também já tem alguns locais no mapa, mas a colaboração de um maior número de utilizadores pode ajudar a tonar o mapa mais úteis aos deficientes portugueses e a quem visita o país.

 

Os dados podem  ser também consultados e atualizados através do telemóvel, com as aplicações para AndroidiPhone e Windows. A aplicação é grátis em todas as plataformas.

Veja a próxima aplicação

Nova app gratuita põe smartphones “normais” a tirarem fotos de realidade virtual

A Google lançou uma app que dá toda uma dimensão “low cost” ao conceito de realidade virtual. A Cardboard Camera permite tirar fotos com a câmara de um qualquer smartphone que podem depois ser visualizadas a partir da caixa de realidade virtual Cardboard.

Para tirar fotos, basta clicar no botão da câmara, a partir da aplicação, e rodar a 360 graus, mais ou menos como quando se fotografa uma panorâmica, mas aqui num círculo completo. Além das imagens, também pode ser feito o registo do som ambiente, uma caraterística que vai contribuir para tornar a experiência mais imersiva.

Quando encaixar o smartphone no Cardboard, a aplicação transforma automaticamente as imagens num cenário tridimensional, que a Google denomina de VR Photos. Aqui as coisas que estão longe  parecem realmente estar longe e podemos olhar em frente, para os lados ou até para trás e vamos deparar-nos com uma parte desse cenário. Só não podemos, ou pelo menos não devemos, olhar para cima ou para baixo, porque não está lá nada.

A Cardboard Camera, de momento, está apenas disponível para Android, exigindo a versão 4.4 ou superior. Vai necessitar de 33MB de espaço livre na memória do telefone para descarregá-la.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.