A nossa experiência é que mesmo as apps mais prometedoras ficam "gastas" rapidamente. Tirando um top de 5 a 10 aplicações que usamos com frequência, o mais comum é que ao fim de duas a três semanas algumas ferramentas ou jogos caiam no esquecimento e deixem de ser usadas.

Um estudo que divulgámos esta semana mostra isso mesmo, referindo que em 63% dos casos as apps são desinstaladas passados 30 dias do download e em 78% não duram 90 dias. Mas é esta renovação que traz mais animação aos smartphones e tablets, sem os quais já não conseguimos viver.

Veja as apps que escolhemos esta semana e decida já quais vai instalar, mesmo que as abandone dentro de poucas semanas.

Scorp: a rede social dos vídeos de 15 segundos e do chat anónimo

Já tem alguns meses, mas só há pouco tempo começou a ter mais sucesso. Comparam-na ao Snapchat e às Stories do Instagram, embora existam diferenças significativas.

A Scorp baseia-se na criação de vídeos de 15 segundos, mas aqui não há recursos como flores, flocos de neve ou orelhas de bichos fofinhos para modificar imagem, pelo menos até agora.

 

Outra diferença é que os vídeos podem ser vistos por qualquer pessoa, e não apenas pelos amigos ou seguidores, como acontece tradicionalmente noutras redes sociais com recursos do género, em que pelo menos é possível escolher se a partilha é pública ou privada.

Ao publicar um vídeo deverá escolher a categoria em que quer colocá-lo, sobre vários temas atuais.

A Scrop é gratuita, mas com compras in-app, e está disponível para Android e iOS. A utilização é feita mediante a criação de um perfil ou usando a conta do Facebook.

Tinder tem uma nova opção Gold que é um sucesso

A funcionalidade é paga e só está disponível nos Estados Unidos, mas mesmo assim conseguiu transformar a aplicação na mais rentável da App Store.

Sendo o Tinder uma aplicação que funciona à base de duas pessoas gostarem da aparência uma da outras, muitos utilizadores acharam interessante poderem ver quem é que já tinha deslizado para a direita no seu perfil.

Foi exatamente esta funcionalidade que foi introduzida nos membros que subscreveram ao serviço Gold e foi o suficiente para que o Tinder ficasse classificado como a aplicação mais rentável da App Store.

 

O Tinder Gold funciona como se fosse uma espécie de "upgrade" da subscrição Plus da app que já oferecia umas quantas funcionalidades extra como, por exemplo, retroceder com um não gosto ou um gosto em caso de engano.

Apesar do serviço ainda não estar disponível fora dos EUA, existem grandes possibilidades de ser alargado aos restantes mercados mundiais.

O Tinder é uma aplicação de encontros gratuita, com compras in app, que está disponível para Android e iOS.

Acordar de manhã com a app Clockwise vai ser quase como se não fosse obrigado a acordar  

É nova e anuncia-se como “a app de alarme mais inteligente do mercado”. Isto porque o Clockwise não só “toca” como navega pela internet à procura dos seus conteúdos preferidos. Para os ler em “voz alta”.

Lembra-se dos rádios de mesinha de cabeceira com alarme, que o acordava com a sua estação FM (ou AM) favorita? O Clockwise Smart Alarm propõe algo do género, mas tendo por base a internet.

 

Esta app de alarme pode ser configurada para ir buscar um qualquer conteúdo online em texto, que depois é capaz de converter para a oralidade. É assim que vai poder acordar “ao som” da meteorologia ou dos últimos posts das suas redes sociais favoritas, de notícias ou de factos históricos do dia.

As funcionalidades são bastante costumizáveis, sendo possível escolher, além dos vários tipos de conteúdos, a voz que quer ouvir ou a ordem em que quer ouvir os conteúdos.

A aplicação Clockwise Smart Alarm é gratuita e está disponível para Android.

Facebook tem em testes uma nova funcionalidade semelhante ao Tinder

A empresa está a testar um novo sistema que servirá para arranjar encontros entre utilizadores da rede social, um pouco como o Tinder faz.

A maior diferença desta funcionalidade é que, ao contrário do Tinder, apenas vão aparecer pessoas que façam parte da sua lista de amigos do Facebook e não completos estranhos.

A rede social vai começar por apresentar uma variedade de amigos no Messenger que podem estar interessados num encontro, "propostas" essas a que o utilizador pode responder com um "Sim" ou com um "Não, obrigado". Se as duas pessoas tiverem dito que sim, serão notificadas de que ambos estão interessados.

A futura opção já foi testada por diversas pessoas, incluindo Jacob Dubé, do site Motherboard., que a comparou explicitamente com o Tinder.

O que um porta-voz da empresa contou ao Motherboard foi que "as pessoas estão constantemente a utilizar o Facebook para marcarem algo com os amigos e nós estamos a realizar um pequeno teste na aplicação para tornar esse processo mais fácil".

Esta funcionalidade vai, portanto, ter o seu lado positivo e negativo. Por um lado a lista de candidatos é muito mais reduzida, mas pode acontecer que apenas os seus amigos mais próximos digam que sim e, para isso, bastava enviar uma simples mensagem.

A empresa não confirmou se, de facto, esta funcionalidade vai chegar ao mercado nem adiantou nenhuma data referente ao assunto em questão.

Guia de bolso da Google chega a Portugal

A gigante da internet (e arredores ) anunciou a disponibilização da app Google Trips num novo conjunto de línguas e países onde o português e Portugal estão incluídos.

Cerca de um ano depois do lançamento inicial, chega a Portugal a Google Trips. A gigante tecnológica apresenta-a como um “guia de bolso turístico personalizado”.

A partir da Google Trips pode atribuir categorias-chave de informação a cada viagem, incluindo planos diários, reservas, coisas para fazer, assinalar restaurantes e bares, entre outras coisas. O objetivo é que o utilizador tenha tudo o que precisa “na ponta dos dedos” quando viaja para determinado local.

 

Entre as funcionalidades oferecidas está também a capacidade de listar as viagens feitas ao longo da vida, assim como as que faremos no futuro, que podem ser automaticamente acrescentadas à aplicação, graças à capacidade que a nova app tem de ir buscar informação às mensagens do Gmail, sempre e quando isso seja autorizado pelos utilizadores. A intenção é manter toda a informação relacionada com as viagens guardada num único lugar.

De destacar que todo este manancial de dados funciona em modo offline, ou seja, o plano de viagem e anotações pode, ser consultados mesmo se não tiver acesso à internet.

A Google Trips está disponível em Portugal para utilizadores de dispositivos Android e iOs.

Com a app Duolingo já pode aprender Coreano

A Duolingo já ensinava japonês mas agora decidiu acrescentar mais uma língua asiática e passa a ter conhecimentos, também, de coreano para que qualquer pessoa possa começar a aprender.

Com várias línguas espalhados pelo mundo fora, é sempre bom quando existe algo na palma das nossas mãos que pode dar uma ajuda a compreender melhor uma língua que não dominamos mas que gostávamos de aprender sem ter de despender de uma grande quantidade de dinheiro.

A Duolingo serve exatamente para esse propósito, para ensinar línguas sem custos envolvidos. Masato Hagiwara, investigador e engenheiro da empresa, explicou ao Tech Crunch que "as línguas asiáticas são as mais requisitadas por parte dos utilizadores e fãs da Duolingo", acrescentando ainda que as línguas mais procuradas são o japonês, o chinês e o coreano.

 Inicialmente foi um processo demorado para a equipa acrescentar uma língua asiática à sua coleção, mas depois da primeira aparecer o processo tornou-se mais simples e rápido, significando isto que é provável que cheguem ainda mais variantes à aplicação.

A Duolingo está disponível de forma gratuita para Android e iOS.