A notícia foi avançada pelo jornal Público que entidade responsável pela gestão de compras e sistemas de informação para o setor da Saúde, Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS).

De acordo com a notícia, esta entidade está prestes a disponibilizar uma app para os tempos de espera, que permitirá aos doentes ver no telemóvel os tempos de espera no seu Hospital, uma informação que será atualizada a cada cinco minutos, adiantou Henrique Martins, presidente da SPMS.

A estratégia de abordagem ao mundo das aplicações móveis tem sido abordada pela entidade numa série de encontros com médicos, associações de doentes e programadores.

“Precisamos de criar uma forma de filtrar o trigo do joio, mas temos que ter uma visão de como vamos abordar a matéria, não sendo punitivos ou dizendo esta app é boa, esta é menos boa”, explica o presidente da SPMS ao jornal. 

Existem algumasexperiências internacionais nesta área, entre as quais a do serviço nacional de saúde do Reino Unido que criou uma lista das aplicações fiáveis, as "trusted apps", mas em Portugal este não deve ser o caminho escolhido, já que o presidente da SPMS reconhece não ter meios para elaborar uma lista do mesmo género.

O estado tem já outras experiências de desenvolvimento de aplicações móveis, nomeadamente com a app Mapa do Cidadão, que permite aos utentes localizar os serviços públicos mais próximos e verificar se existem filas de espera.

 

Nota da Redação: foi corrigida uma gralha na referência àsigal dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, oportunamente apontada por um leitor

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.