A AnTuTu revelou um estudo sobre as preferências dos utilizadores de equipamentos Android referente ao mercado global para os primeiros três meses do ano. Os especialistas em benchmark destacaram as mudanças do mercado devido à pandemia do coronavírus, levando os utilizadores a retraírem-se na mudança de equipamentos, mesmo com os novos smartphones 5G mais acessíveis a chegar ao mercado.

A empresa de benchmark utilizou a sua plataforma para recolher uma amostra das preferências dos utilizadores do AnTuTu do primeiro trimestre, que embora não represente todo o mercado global de Android, permite analisar as tendências, sendo um bom indicador para as próprias fabricantes de smartphones.

A primeira conclusão que se tira relativamente às preferências do tamanho dos ecrãs é que os utilizadores gostam dos modelos maiores: 19,2% utilizam modelos com ecrãs de 6,4 polegadas, mas se somarmos as medidas seguintes de 6,3 polegadas (17%) e 6,5 polegadas (11,5%) dá um total de 47,7%. E mais de 80% da totalidade dos registos feitos na plataforma têm smartphones acima das 6 polegadas, tornando-se o tamanho standard atual.

E com ecrãs grandes, os utilizadores querem conteúdos em alta resolução, sendo a resolução 1080p aquela que mais se destaca. A resolução mais popular é de 1080x2340 com 38,1% de equipamentos, enquanto que equipamentos a 720p estão a diminuir, contabilizando apenas 8,1% da totalidade. Apesar de um crescimento, as resoluções 4K ainda só representam 6,3% das preferências dos utilizadores. A introdução de equipamentos com maiores taxas de refrescamento das imagens têm contribuído para um aumento da resolução.

Relativamente aos processadores, o mercado de smartphones divide-se basicamente em quatro famílias, mas a Qualcomm lidera com mais de metade de smartphones (56%). Segue-se o Exynos da Samsung com 16,7%, o Kirin da Huawei com 13,9%, e por fim a MediaTek com 11,8%. De todos, a MediaTek foi a que registou um maior aumento na quota de mercado, de cerca de 2,8%, indo buscar basicamente à fatia da Qualcomm que baixou 3,3% em comparação ao trimestre anterior.

De destacar ainda no que diz respeito aos processadores, é que a esmagadora maioria dos utilizadores já prefere chips de oito núcleos, registando 92,5% do mercado. E isso está ligado à necessidade de alimentar os ecrãs com altas resoluções, e equipamentos com cada vez mais câmaras fotográficas embutidas.

Já no que diz respeito à memória e armazenamento, as preferências dos utilizadores são também mais exigentes. Os smartphones com 6 GB de RAM destacam-se com 33,2% das preferências, mas 4 GB continua a ser muito utilizado, com 30,6% dos registos. O AnTuTu denota um aumento de 1,2% smartphones com 8 GB de RAM, enquanto os dois anteriores diminuíram 3,9%. Em breve, os equipamentos com 8 GB deverão tornar-se standard, ainda que atualmente representem 14,5% deste bolo.

Ter um equipamento com 64 GB de armazenamento interno representa 35,9% das preferências, mas aqueles que querem o dobro dessa capacidade assumem-se de seguida, com 35,5% dos smartphones registados no AnTuTu. Essa diferença pode ser trocada já no próximo trimestre, diz a especialista. A capacidade de gravar e consumir vídeo a 4K, e mesmo a 8K, ditam a necessidade de mais espaço disponível.

Olhando para a versão do sistema operativo mais popular, o Android 9 continua a liderar as preferências com 56,3% dos utilizadores. No entanto, a AnTuTu afirma que houve uma queda de 17,1% relativo ao trimestre anterior. Isto significa que está a haver uma migração fluída para o Android 10, que subiu 16,7% no mesmo período, ainda que só represente um total de 28,6%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.