As conclusões são da ABI Research no estudo "Media Tablets, Ultrabooks and eReaders Research Service", onde faz alguns comentários sobre a chegada ao primeiro lugar do pódio dos tablets do ecossistema Android, durante o segundo trimestre de 2013.

Segundo dados da consultora, o número de iPads vendidos caiu 17%, o que contrasta com crescimentos na ordem dos 20% durante igual período de outros anos.

Nas razões que podem ter levado à troca de liderança entre o iOS e o Android, a primeira está relacionada com o facto de as vendas de Ipad terem baixado, tanto em termos homólogos como trimestrais, diz a ABI Research.

O abrandamento das vendas não se verificou apenas em relação ao número de unidades vendidas, mas também em termos de receitas, e pela primeira vez os modelos iPad só conseguiram arrecadar 50% do valor das receitas mundiais.

Além disso, assistiu-se igualmente a uma queda do preço médio de venda dos iPads de 17%, enquanto no resto do mercado aumentou na mesma percentagem. Esta redução é atribuída à introdução do iPad Mini.

"Doze meses é demasiado tempo para um ciclo de vida de pico de um tablet atual", refere um dos consultores da ABI Research, defendendo que para a Apple ser líder, deve continuar a inovar e a responder às necessidades de mercado".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.