A partir de hoje, os Galaxy Note 7 voltam a ser vendidos nos Estados Unidos, depois da Comissão de Segurança de Produtos de Consumo, no dia 9 de setembro, ter proibido a sua comercialização devido às baterias defeituosas que estiveram na origem de vários incidentes.

No seu site, a Verizon, a maior operadora norte-americana de comunicações móveis, escreve que os novos Note 7 já estão disponíveis para venda, depois de terem recebido “luz verde” por parte da entidade reguladora.

A nível global, a Samsung já recuperou cerca de 2,5 milhões destes telemóveis, sendo que um milhão foi vendido apenas nos EUA.

A operadora avisa que a oferta, numa fase inicial, pode ser limitada.

Recorde-se que, na semana passada, Tim Baxter, responsável pelo negócio da Samsung nos EUA, afirmou que o programa de trocas naquele mercado começaria hoje, o mais tardar.

O problema das “baterias explosivas” fez a tecnológica de Seul sofrer graves prejuízos, tanto ao nível financeiro como reputacional.

Segundo informações avançadas pela Reuters, a Samsung informou que já expediu mais de 500 mil novos Note 7 para o mercado norte-americano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.