Mais um dia, mais informações que dão conta de um aumento no número de ataques informáticos. Um relatório elaborado pela Alcatel-Lucent diz que cerca de 16 milhões de dispositivos móveis - incluindo smartphones, tablets e portáteis - foram infetados com malware ao longo de 2014. O Android foi o principal responsável pelo aumento deste número.

Ao longo de todo o ano passado, o número de infeções por malware cresceu 25% em relação ao ano anterior e mais de 50% quando comparado com 2012, ano em que o número de dispositivos infetados atingiu os 10,6 milhões. No geral, foram infetados 47 mil novos dispositivos por dia.

O grande impulsionador, o Android, está agora praticamente "empatado" com o Windows no gráfico, enquanto os iPhone e os smartphones da Blackberry dividem entre si menos de 1% do total de equipamentos infetados.

Os softwares maliciosos, espalhados com recurso a serviços de Internet domésticos em 13,5% dos casos - um aumento de cinco pontos percentuais -, permitem que sejam analisados dados confidenciais por parte dos piratas informáticos. O controlo de informações como a localização, o registo de chamadas ou a caixa de email do utilizador são alguns dos detalhes que podem ser explorados ou roubados, dependendo do malware.

[caption]Nome[/caption]

O mesmo estudo aponta ainda que 65% dos donos de dispositivos móveis mantém uma confiança plena nos sistemas de antivírus para serem alertados sempre que optam por caminhos duvidosos na navegação da Internet, não tomando qualquer medida adicional de proteção.

Estima-se que os 16 milhões de dispositivos móveis infetados representem 0,68% do total dos equipamentos no mundo. A tendência, em linha com o que se tem assistido nos últimos anos, é que este número suba cada vez mais com o passar do tempo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.