Depois de oficialmente revelado, é hora de o S10 cair na mesa de trabalho da iFixit. A empresa de reparações, que se popularizou online pelos vídeos minimalistas onde desmonta e analisa o interior de equipamentos móveis, aproveitou para investigar os segredos mecânicos deste novo topo de gama que integra funcionalidades que não se encontram na maioria dos smartphones. Falamos mais propriamente de um sensor de impressões digitais embutido no ecrã e de uma câmara frontal que surge a flutuar no topo superior direito da tela.

Em resumo, o novo S10 não é um aparelho fácil de reparar. A iFixit sublinha que o equipamento está atolado de peças e que o sistema de arrefecimento cobre grande parte do seu interior. Isto acontece por culpa do novo sistema de carregamento wireless, que permite transferir energia do S10 para um outro aparelho sem recurso a qualquer cabo.

Apesar de ser difícil de desmontar, dada a quantidade de técnicas fixantes utilizadas, o interior do S10 obedece a uma lógica de organização modular, em que cada um dos componentes surge acomodado no seu canto. Tanto as câmaras traseiras como a entrada para auriculares e até a motherboard são facilmente desencaixadas da restante estrutura.

O componente mais difícil de abordar é o sensor de impressões digitais, que de certa maneira se mistura com o próprio display. Na prática, se ambos forem mal desconectados, é possível que seja necessário substituir também o ecrã.

Para fazer funcionar a câmara frontal, a Samsung optou por furar o display (literalmente) e os componentes que estão acomodados na zona superior direita, de forma a que a lente surgisse imaculada junto à tela.

Este cenário complica a reparação dos técnicos, que têm ainda de lidar com uma bateria difícil de remover e uma porta USB-C que deixou de ser modular. Em suma, a iFixit considera que o S10 é um smartphone muito difícil de resolver, e deu-lhe nota 3 numa escala de 10. A empresa justifica a avaliação com o facto de o display ser muito difícil de substituir, uma vez que requer a (quase) total desassemblagem do aparelho.

O vídeo da iFixit pode ser visto através deste link.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.