A quota da Apple no mercado dos tablets caiu pelo segundo trimestre consecutivo entre outubro e dezembro de 2012 e baixou cerca de 8% relativamente a igual período de 2011. As vendas do iPad aumentaram 48,1% no espaço de um ano, para os 22,9 milhões de unidades vendidas, mas as restantes marcas também tiveram um último trimestre forte.

Segundo o relatório preliminar da IDC, a Samsung cresceu 263% entre o último trimestre de 2011 e o do ano passado, com as vendas a saltarem de 2,2 milhões de dispositivos para os 7,9 milhões. A linha Galaxy e a procura pelos tablets com Windows 8 ajudaram a empresa sul-coreana a estabelecer-se como a marca número dois a nível mundial na venda de tablets.

Na terceira posição aparece a Amazon. Mesmo sem revelar números relativamente à venda dos Kindle Fire, a IDC estima que a empresa de Jeff Bezos tenha vendido cerca de seis milhões de tablets no trimestre festivo, num aumento anual de 26,8%. Mas também a gigante do retalho sentiu o peso da concorrência ao perder cerca de quatro pontos percentuais na quota de mercado, fixando-se atualmente nos 11,5%.

A Asus foi a fabricante que mais cresceu em comparação com os últimos três meses de 2011, subindo mais de 400% na venda de tablets. A parceria com a Google para o Nexus 7 foi sem dúvida o fator determinante, mas os equipamentos híbridos com Android e Windows 8 também ajudaram a empresa de Taiwan a conquistar um lugar de relevo:

[caption]T4 2012 IDC tablets[/caption]

Destaque ainda para a Microsoft que foi incapaz de entrar na tabela das marcas com mais tablets vendidos devido ao fraco desempenho dos Surface. A curta linha de distribuição e que só a 14 de fevereiro chega a mais países como Portugal, ditaram vendas estimadas em 900 mil unidades, menos do que a Barnes & Noble conseguiu com a linha Nook.

Chart: Top Five Worldwide Tablet Vendors, 2012Q4 Five Quarter Market Share Change (Units)Description: Worldwide Quarterly Tablet TrackerIDC's Worldwide Quarterly Tracker provides total market size and vendor share for both the Tablet and eReader markets in 46 countries. Detailed segmentation is provided by CPU, operating system, connectivity type, screen size and resolution, storage, distribution channel, and customer segment. Measurement for this tracker is in units, value, and end-user price. For more information, or to subscribe to the research, please contact Kathy Nagamine at 1-650-350-6423 or knagamine@idc.com. Further detail about this tracker can be found at:http://www.idc.com/tracker/showproductinfo.jsp?prod_id=81Tags: Samsung, Apple, Amazon, Asus, Barnes Noble Tablet, IDC, tracker, Q4 2012, 4Q 2012, market share, galaxy, iPad, Kindle, Transformer, Nook, 2012Q4Author: IDCcharts powered by iCharts

"Não há dúvida de que a Microsoft está na corrida dos tablet a longo termo. Contudo, os dispositivos baseados nos novos sistemas operativos Windows 8 e Windows RT falharam em conseguir uma base de utilizadores no trimestre de lançamento, e a reação aos Surface com Windows RT foi no mínimo silenciosa", comentou em comunicado um dos analistas da IDC, Ryan Reith.

Num panorama geral o mercado dos tablets cresceu 75,3% relativamente a 2011 e 74,3% numa comparação com o terceiro trimestre de 2012, ficando em linha com as expectativas da consultora. O período de festas e a queda nos preços médios por produto são as razões apontadas pela IDC para justificar o forte crescimento registado.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.