O Odin é um System on a Chip (SoC) para dispositivos móveis, equivalente a produtos como o Snapdragon da Qualcomm ou o Exynos da Samsung, usados em boa parte dos smartphones disponíveis no mercado. Estará baseado na arquitetura ARM Coretex-A 15, a mesma que também dá suporte ao Exynos.



Fontes não identificadas, citadas pela ZDnet, garantem que o modelo será idêntico nas características ao G3, um dos smartphones de maior sucesso da fabricante nos últimos tempos.



As mesmas fontes apontam esta semana como data de lançamento do smartphone, que assinala uma alteração na estratégia da marca, embora não se saiba ainda a que escala: não está claro se a LG tem planos para lançar este G3 com processador próprio a nível global, ou se pretende manter a experiência no mercado coreano durante algum tempo.



A LG estará a trabalhar há vários anos no seu próprio processador móvel, mas problemas relacionados com o elevado consumo elétrico do sistema e com o sobreaquecimento terão obrigado a rever o projeto e a fazer ajustes à tecnologia, que atrasaram o lançamento de um produto.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.