A Microsoft voltou a apresentar receitas e lucros na casa dos milhares de milhão de dólares, mas houve um elemento do relatório do segundo trimestre deste ano que conseguiu se destacar: os 900 milhões de dólares de despesa provenientes da aposta no Surface RT. Agora o diretor executivo da tecnológica norte-americana, Steve Ballmer, terá admitido que a Microsoft mandou fazer tablets a mais.

Alguns números de analistas apontam para vendas de um milhão de unidades por trimestre quando a Microsoft teria encomendado três a quatro vezes mais dispositivos para serem fabricados. As declarações terão sido proferidas num encontro interno e estão a ser citadas por vários meios com base nos relatos do Neowin.

Recentemente o tablet recebeu uma redução de preço superior a 150 euros para tentar aumentar os níveis de comercialização. A ideia passa por tentar esvaziar os stocks dos retalhistas para que possam apostar nas próximas versões do Surface que já estarão em desenvolvimento.

Além da nova versão do tablet, o CEO da Microsoft está empenhado em conseguir trazer a aplicação Instagram para o Windows Phone, como forma de assegurar uma das plataformas sociais mais utilizadas na atualidade. A "aquisição" do Instagram serviria ainda como uma arma de distanciamento relativamente ao BlackBerry 10.

Mas os desabafos de Ballmer não terão ficado só pelo Surface RT. Os mesmos relatos dão conta de que o executivo mostrou-se desapontado com as vendas de dispositivos com Windows 8 e Windows Phone 8. A tecnológica está a preparar uma forte campanha de promoção ao sistema operativo a pensar no regresso às aulas e na época das festividades que marcam o período comercial mais forte do ano.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.