A linha V já tinha essa “marca”: melhorar a qualidade da imagem captada pelos utilizadores, em dispositivos mais “sensoriais”, e o novo LG V30 leva mais longe a aposta nos efeitos cinematográficos e na qualidade da imagem, num smartphone com uma moldura mais reduzida num ecrã OLED. Sem surpresas, Juno Cho, presidente de mobile communications da LG Electronics, atreve-se a dizer que o novo LG V30 é o smartphone mais bonito do mercado, algo que pelo menos no palco da conferência ninguém contesta e que os muitos convidados reforçaram.

O vídeo está a crescer face às fotografias, com um crescimento exponencial do número de horas de vídeo vistas online, mas também com a criação de mais vídeo por parte dos consumidores, cada vez com mais qualidade e com edição. E nesta área a LG quer liderar, como garantiu o presidente da área de mobile na conferência de imprensa em Berlim, que antecede a abertura da IFA marcada para amanhã.

O novo LG V30 traz várias melhorias na área da fotografia e vídeo, com uma dupla câmara de 16MP, com maior abertura e substituindo as lentes de plástico por vidro Crystal Glass. A combinação destes elementos melhora a qualidade do resultado final, e a LG trouxe à sua conferência na IFA David Franco, diretor de fotografia de algumas séries, entre as quais o Game of Thrones, que já usou o V30 e mostrou várias imagens captadas no seu dia a dia (mas nenhuma dos bastidores do GOT).

 

Na área do vídeo David Franco mostrou os efeitos cinematográficos permitem mesmo a um realizador amador escolher o “mood” certo para o vídeo a produzir. E há ainda mudanças no zoom, que permitem focar e aproximar em qualquer parte do ecrã, o que pode fazer uma grande diferença.

Olhando para quem gosta de gravar vídeos de concerto (e a experiência mostra que a maioria das pessoas o faz) a LG adicionou também mudanças na captura e som, com o RAM (Receiver as a Mic), que melhora a qualidade do som do vídeo captado.

Novos rumores sobre o LG V30 mostram um ecrã quase sem moldura
Novos rumores sobre o LG V30 mostram um ecrã quase sem moldura
Ver artigo

O design foi relegado para segundo plano face às capacidades de fotografia, mas a redução da moldura, o ecrã OLED FullVision com suporte HDR 10, que torna as áreas claras mais luminosas e as escuras mais escuras podem ser um dos trunfos face a outros smartphones do mercado, sobretudo para quem quer usufruir das melhores imagens no ecrã. O ecrã ocupa a frente do telefone de 6 polegadas, onde a dimensão se torna muito fácil de gerir, sem medos, até porque o corpo do smartphone foi reforçado, com Gorilla Glass em todo o dispositivo e uma placa adicional de alumínio, embora isso não aumente o peso e a espessura do telefone, que só pesa 158 gramas e tem 7,3 mm de espessura.

A bateria de 3.300 mAh está preparada para carregamento rápido.

Muitos pormenores do novo flagship da LG já tinham sido partilhados pela própria empresa, de forma faseada, durante o mês de agosto, desde a aposta na dupla câmara com lentes Crystal Clear uma abertura de 1.6, que a LG garante que permite a entrada de 25% mais luz do que as de 1.8. Mas o som tem estado também entre os destaques, com o Hi-Fi Filter, predefinição de níveis de som e streaming de Hi-Fi, funcionalidades que até agora estavam reservadas a dispositivos de som de topo de gama e que resultam de uma parceria com a B&O Play, que também ajudou a desenhar os auriculares.

E como muitas vezes acontece, há rumores que não se concretizaram, nomeadamente o do desaparecimento do segundo ecrã que a LG manteve no interface habitual, assim como o always on display, as funcionalidades de segurança e de autenticação, entre as quais o reconhecimento de voz.

O LG V30 estará disponível em dois modelos diferentes, o V30 "normal" e o V30+. O lançamento no mercado coreano acontece a 21 de setembro e até ao final do ano chega a Espanha. Para Portugal ainda não há data confirmada, nem preços.

Nota da Redação: A notícia foi atualizada após a conferência

O TEK viajou para a IFA a convite da LG.