A ideia foi de Lucy Kelly, que quer estar entre as primeiras a comprar o iPhone 6S, mas que também aproveita a oportunidade para promover a empresa de marketing onde trabalha. Esta noite assume o lugar na fila e substituiu o robot, que na verdade é um iPad apoiado numa estação base que se move e que é controlada remotamente.

Este robot de telepresença é uma solução que a Atomic 22, a empresa onde Lucia trabalha, usa nos escritórios habitualmente e foi emprestado à funcionária para que não perdesse dois dias numa fila, nem a oportunidade de estar entre os primeiros a comprar o novo iPhone, explicou Lucy Kelly ao Mashable.   

A Austrália está no leque de países onde o iPhone começa a ser vendido já esta sexta-feira. Lucy será a quarta a entrar na loja da Apple em Sidney, se esta noite ainda encontrar o seu substituto no lugar onde o deixou.

 

[caption][/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.