Foram meses de “leaks” e informações divulgadas “sem querer” tanto pela própria Samsung, como a Amazon, de produtos que até já foram avistados à venda no mercado russo. Mas chega de especulação, o prometido evento Unpacked, que a Samsung está a organizar em Nova Iorque, pretende mostrar os seus produtos tecnológicos para o seu catálogo.

O evento arrancou de forma "harmoniosa", com uma iluminação a representar o céu iluminado de estrelas, a representar a galáxia, mostrando-se um trailer dos problemas habituais dos smartphones, entre a bateria a acabar, os problemas de atualização, dando o pontapé de saída para o Galaxy Note 9, confirmando-se assim a sua apresentação oficial.

Já se conheciam os preços, avançados ao mesmo tempo que as operadoras anunciaram a abertura do período de pré-reservas. A data de lançamento foi esta quinta-feira revelada: 24 de agosto.

A partir do palco do Barclays Center, em Nova Iorque. O trailer de apresentação do Note 9 destacou a liberdade da S Pen a escrever no ecrã, de forma orgânica e natural, um dos pontos que se adivinhava do periférico.

DJ Koh subiu ao palco para dar as boas-vindas aos fãs da marca, e sobretudo à comunidade Note, salientando a sua fidelidade à marca, e à inovação proporcionada pela gigante sul-coreana. O smartphone direciona-se a artistas, entusiastas da música e multimédia, salientando que o Note 9 é o mais poderoso equipamento da atualidade.

O presidente e CEO da Samsung demonstra confiança no novo equipamento, salientando a realidade aumentada e a inteligência artificial que fazem parte da realidade tecnológica da atualidade, procurando soluções disruptivas. Salienta ainda como este vai ser compatível com as casas inteligentes. Destaca a possibilidade de abertura, mas também da privacidade e a dissimulação das conectividades entre dos diferentes dispositivos, sejam frigoríficos, televisões, relógios inteligentes, e tudo mais que se possa interligar através de IoT.

O sistema Samsung Knox vai garantir toda a segurança que os utilizadores necessitam para guardar as suas palavras-passe. Mas nem tudo é tecnologia, os serviços são parte essencial para a experiência de um novo smartphone, que segundo o CEO da Samsung vai elevar a fasquia do poder e autonomia, sem interromper a experiência dos utilizadores.

Atualizado para a geração de criadores e pessoas que gostam de inovar, os utilizadores do Note são exigentes, segundo a fabricante. Tem um ecrã com 6,4 polegadas, o maior para um Note, segundo a empresa, ideal para conteúdos multimédia, tais como assistir vídeos no YouTube. O design foi cuidado, para garantir que os sensores fotográficos estão colocados no local certo.

Existem duas cores, preto Preto Meia-Noite com S Pen preta, e ainda Azul Oceano, com uma S Pen amarela, que permite ser utilizado mesmo em stand by para escrever notas, sem este estar ativos. A fabricante promete ainda uma autonomia impressionante, "capaz de durar um dia inteiro", graças à sua bateria de 4.000 mAh. O armazenamento arranca com 128 GB, para que os utilizadores possam armazenar fotografias e vídeos, mas é possível optar pela versão de 512 GB, expansível até 1 TB através de um cartão SD Card de 512 GB.

A câmara fotográfica do Note 9 adapta-se ao ambiente, caso seja de noite ou de dia, para obter a melhor iluminação possível para as melhores capturas. E tudo graças à câmara inteligente disponível no equipamento, capaz de detetar elementos de uma fotografia, seja uma pessoa ou cenário, classificando-os em 20 categorias (alimentos, montanhas, pessoas, etc.) e otimizar a imagem. Quando a câmara deteta elementos negativos numa foto, como olhos fechados na fotografia de uma pessoa, sujidade da lente ou se a luz de fundo prejudicar a imagem, esta notifica o utilizador para que possa repetir o processo.

A S Pen serviu de comando à distância para capturar fotografias. A “caneta” da Samsung ganha uma importância adicional, onde foi possível demonstrar funcionalidades típicas de um apontador, para passar slides nas apresentações ou fazer pausa na reprodução de vídeos, por exemplo. Ao longo dos anos, a pen foi evoluindo, não só para dar uma sensação natural de utilização, como uma caneta convencional, como os botões adicionais permitem interações digitais. Os produtores poderão integrar a S Pen com uma das funcionalidades avançadas BLS nas suas aplicações. A tecnologia Bluetooth de Baixa Energia permite que um carregamento de um minuto forneça energia suficiente para 30 minutos de utilização. A pen é recarregada diretamente do dispositivo, quando está encaixada no devido orifício. Foi feita uma demonstração da rapidez com que é possível desenhar e criar um rabisco, tal como uma caneta normal.

tek note 9

Para além da S Pen, o sistema Samsung Dex vai ser compatível com o Note 9, permitindo transformar o smartphone num computador de secretária, tal como o Tab S4. Para isso basta um adaptador, que liga o smartphone a um monitor, transformando-o num desktop.

De acordo com a IDC, a Samsung já colocou nas lojas perto de 143 milhões de dispositivos Galaxy Note, desde que começaram a ser lançados, em 2011. A consultora classifica os equipamentos Note na categoria “disruptive”, salientando contudo que representam apenas 7% dos dois mil milhões de smartphones que a fabricante sul coreana expediu entre setembro de 2011 e junho de 2018.

tek IDC dados Note

Samsung também passa a ter um "home pod"

Chama-se Galaxy Home o speaker inteligente da fabricante sul-coreana hoje apresentado, juntamente com o Note 9 e o Galaxy Watch e será alimentado pelo sistema IA Bixby. A fabricante refere que o sistema de IA consegue ter uma conversa fluída com os utilizadores, permitindo encontrar espetáculos à hora marcada, mediante a agenda do utilizador, por exemplo.  O assistente é mais pessoal, bastando perguntar por um restaurante numa localização. Mediante os gostos do utilizador, o sistema procura restaurantes dentro de um género de comida, e até permite fazer reservas.  O Bixby trabalha com o Google Maps, por exemplo, dizendo que precisa de um transporte para o aeroporto JFK, o assistente responde com o preço da viagem e mostra o mapa do trajeto, sem registos de utilizador.

O Galaxy Home foi demonstrado em palco com 60 sistemas ligados em rede. O som foi configurado pela AKG, especialistas em som. O sistema deteta onde está o utilizador e otimiza o som perante o local. O Galaxy Home é controlado por oito microfones, para que a voz seja reconhecida em qualquer lugar.

tek Galaxy Home

A ligação dissimulada faz parte do ecossistema Samsung, ligando todos os dispositivos, sejam smartphones, relógios ou sistemas domésticos. Nesse sentido, a fabricante desenvolveu uma parceria com a Spotify, para garantir que os utilizadores acedam às suas músicas seja em casa, durante o dia nos smartphones ou durante as corridas. A personalização das playlists é um dos elementos-chave para a tal interconectividade, seja a conduzir no carro ou a ouvir música a partir do frigorifico. Através de um botão será possível mudar entre os dispositivos, com a música a seguir os utilizadores onde quer que estejam.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.