Ontem, 14 de maio, no dia em que os Google Glass ficaram disponíveis para compra em todo o território norte-americano, ficou-se também a saber que o equipamento concorrente da Samsung pode estar apenas a alguns meses de distância.



Com chegada ao mercado prevista para setembro, os Gear Glass, como são chamados, devem ser apresentados na IFA em Berlim, no final de agosto. De acordo com um pedido de patente submetido pela Samsung o equipamento vai resumir-se a um óculo com um auscultador incorporado, conseguindo ser ainda mais minimalista que os Google Glass.



A Samsung vai alegadamente equipar o novo wearable com o sistema operativo próprio, o Tizen OS, tal como já está a fazer nos relógios inteligentes Galaxy Gear.



Escreve o TechCrunch que ao nível do consumo de energia o Tizen OS tem vantagens, ainda que a Google não use a versão tradicional do Android nos equipamentos de vestir.



A Samsung e a Google estão no entanto longe de ser as empresas pioneiras na área dos óculos inteligentes. Mas também é verdade que são as empresas que estão por trás dos maiores players do segmento de smartphones – Samsung no hardware, Google no software – e a corrida pelo próximo grande mercado parece só agora estar a começar.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.