O equipamento é o primeiro da marca equipado com a nova versão do sistema operativo a ser vendido no mercado português. O BlackBerry 10 assenta numa plataforma que foi redesenhada para ajudar a fabricante canadiana a recuperar o terreno perdido para concorrentes como o iOS da Apple ou o Android, promovido pela Google.



Entre as novidades do sistema, contam-se a capacidade de aprender e adaptar-se ao modo de escrita do utilizador, o calendário inteligente, um novo sistema de gestão mensagens e notificações ou o novo modo Time Shift da câmara fotográfica, que permite mexer em partes de fotografias.



O Z10 conta com um processador dual core 1,5 GHz com 2GB de RAM e 16GB de memória, a que se junta uma slot para cartão de memória até 64GB. O dispositivo conta ainda com um ecrã tátil de 4,2 polegadas de alta definição e uma câmara de 8 megapixeis. Tem suport5e para 4G, Wi-Fi e A-GPS.



TMN e Vodafone anunciam a comercialização do equipamento a partir de hoje, nas lojas online e lojas físicas.



A TMN vai comercializar o Z10 por 599,90 euros, um preço que pode descer até aos 109,90 euros com a subscrição de tarifários de dados e contrato de permanência na rede. A combinação que mais faz descer o preço do equipamento é a subscrição do Unlimited XL com um contrato de fidelização de 24 meses.



Na Vodafone o Z10 custa 599,90 euros nas lojas físicas e tem o habitual desconto de 10 euros na loja online. Com uma vinculação de 24 meses e subscrição do plano de dados Red o custo do equipamento desce para 389,90 euros.



A Optimus também previa o lançamento do Z10 primeiro para finais de março e depois para início de abril, mas ainda não foi possível confirmar com a empresa se já existe uma data definida para o início das vendas.



O BlackBerry também está à venda na Fnac por 739,90 euros.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.