Ainda não se sabe – especula-se - o que é que a Apple está a preparar para o seu próximo smartphone, mas dificilmente o Samsung Galaxy Alpha será um concorrente à altura. Isto porque o novo telemóvel da gigante sul-coreana nem sequer consegue competir com os topo de gama que já existem dentro da marca, como o Note 3 e como o Galaxy S5.

O Galaxy Alpha apresenta-se com um ecrã Super AMOLED de 4,7 polegadas e resolução HD, processador de oito núcleos – divididos em dois grupos de quatro cores que processam em diferentes momentos -, 2GB de RAM, 32GB de armazenamento, sensor fotográfico de 12 megapíxeis e uma bateria de 1.860 mAh.

A grande novidade do equipamento acaba por ao nível do design e da construção, apresentando um formato mais retangular em comparação com os últimos equipamentos da linha Galaxy. Toda a parte lateral do telemóvel também é construída em metal, mas a parte traseira continua a ser de plástico.

Ainda não é certo se esta será a nova imagem comum dos equipamentos Galaxy ou se a Samsung vai continuar a apostar no design arredondado dos últimos modelos. Quando a empresa apresentar o sucessor do Galaxy Note 3 na IFA, em Berlim, será possível tirar mais algumas conclusões sobre este aspeto.

Apesar de não ser um equipamento topo de gama, o Galaxy Alpha vai jogar no segmento médio alto e vai tentar cativar os utilizadores que não querendo investir mais de 600 euros num telemóvel, podem levar para casa algumas funcionalidades premium – como o leitor de impressões digitais incluído no equipamento.

Ainda não existe informação sobre o preço do equipamento, mas a sua estreia está marcada para setembro.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.