A confirmação foi feita depois da divulgação dos resultados trimestrais da Samsung, que ficaram abaixo das previsões e representaram a quinta quebra sucessiva nos lucros.

O relatório deixou claro que os resultados da empresa foram afetados pelas despesas com o marketing para o lançamento dos modelos de topo de gama, anunciados em março deste ano, mas também pelas vendas abaixo dos valores previstos no segmento de telemóveis, incluindo nos smartphones Galaxy S6 e S6 edge.

No caso do Galaxy S6 edge a empresa não conseguiu responder à elevada procura devido a "problemas de fornecimento". 

Já depois da apresentação de resultados, a empresa adicionou um comentário, admitindo um "ajuste" no preço dos equipamentos topo de gama, para ajudar a dinamizar as vendas.

"A área de Mobile quer manter as vendas dos seus smartphones premium ajustando de forma flexivel os preços do Galaxy S6 e Galaxy S6 edge, e lançando um novo modelo com o ecrã maior", indica o comunicado. 

O valor da redução não foi adiantado, nem quando poderá ser aplicado, mas o novo modelo com ecrã de maior dimensão pode ser o novo Galaxy Note 5, que deverá ser lançado em agosto, ou o Galaxy S6 edge Plus.

<p>
<script type="text/javascript" async data-global-obj="galleryInteraction" data-aspect-ratio="0.5" data-user="tekie" data-album="1452" data-limit="10" src="http://i.n.sl.pt/sswp/js/2/SAPO/SAPOFotosAlbum.js"></script>
</p>

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.