O Google Watch, com o nome de código Gem, é o relógio inteligente da gigante norte-americana que pode nunca vir a conhecer a luz do dia. O equipamento estaria a ser desenvolvido pela Motorola em 2013, mas a venda da empresa à Lenovo e a procura por um design mais apelativo podem ter condenado o projeto.

O AndroidPolice publica algumas imagens onde mostram como poderia ter sido o primeiro relógio inteligente da Google. Sem ecrã curvo, com um bracelete de plástico, três botões físicos e um capacitivo:

A fonte anónima que divulgou a informação confirmou ainda que o relógio ia ser colocado sob a marca Nexus.

A imagem do interface deixa perceber pouco do que a Google poderá querer fazer a nível de software num relógio, mas como destaca o AndroidPolice o modo "3-bit App" pode querer indicar que os utilizadores poderia escolher, em determinadas aplicações, usá-las a cores ou a preto e branco - como acontece no Pebble.

Mas um dos destaques acaba por ser o bracelete. Construído em plástico, esconde numa das suas extremidades um conetor USB que serviria para carregar o telemóvel, sem necessidades de cabos adicionais.

Através do Twitter a Motorola Mobility, que vai fazer parte da Lenovo após um negócio de 2,6 mil milhões de dólares, confirmou que está a desenvolver um smartwatch que acima de tudo vai ter em conta o estilo do equipamento e o tempo útil de bateria.

Especula-se que durante a conferência de programadores Google I/O a Google possa introduzir uma nova gama de equipamentos.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.