Os dados foram apurados pela Juniper Research, que antecipa um futuro promissor para a categoria de dispositivos móveis que faz o encontro entre o smartphone e o tablet.



A empresa de estudos de mercado prevê que em 2018 sejam vendidas 120 milhões de unidades deste tipo de dispositivos, com ecrãs mais generosos que o de um smartphone e dimensões mais reduzidas que as de um tablet.



As previsões indicam que algumas regiões do globo serão particularmente sensíveis ao formato, tal como as zonas mais a este do continente asiático, onde se posicionam a China ou a Coreia do Sul. As dimensões mais generosas destes ecrãs aliciam sobretudo os jogadores e os utilizadores de conteúdos em streaming fãs dos formatos mais portáteis.



O relatório defende ainda que o mercado dos phablets será dominado pelo Windows e pelo Android, o primeiro impulsionado pela expansão da gama Lumia. No ecossistema Android os dispositivos Galaxy Note apresentam-se como principal impulsionador da plataforma.



A empresa de estudos de mercado admite, no entanto, uma alteração em relação a este cenário caso se confirme o rumor de que a Apple pretende posicionar-se neste mercado com um equipamento com ecrã de 5,6 polegadas.



Note-se que em dezembro um antigo analista da IDC também já avançava com um cenário otimista nas previsões de vendas dos phablets.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.