No período, as vendas destes equipamentos renderam 75,17 milhões de euros, contra 43,12 milhões de euros nos mesmos seis meses do ano anterior, de acordo com os dados hoje revelados pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição.



A crescer estiveram também as vendas na área dos tablets e acessórios para telemóveis, que avançaram 22,1% entre janeiro e junho, para 9,18 milhões de euros.



Os mesmos números, divulgados pelo Jornal de Negócios, revelam que no mercado de telemóveis as vendas em Portugal caíram no primeiro semestre cerca de 40,3%, o equivalente a 9,5 milhões de euros.



O barómetro da ADEP é da responsabilidade da AC Nielsen, GfK e Kantar. Também revela que as telecomunicações foram a área que mais contribuiu para atenuar a descida registada no período em análise nas vendas de equipamentos, que diminuíram em 5,5%. No mercado das telecomunicações a tendência foi de crescimento: 28,9% para 107 milhões de euros.



A tendência confirmada no final de junho já se manifestava no final de março, altura em que a IDC apurava um número total de 899 mil telemóveis vendidos em Portugal entre janeiro e março, dos quais 397 mil unidades eram smartphones, aumentando o peso do segmento para 44% das vendas realizadas.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.