A Vivo anunciou oficialmente num evento online os seus primeiros smartphones flagships de 2020, da série X50. Como já tinha sido divulgado em rumores anteriores, a principal funcionalidade da gama é o sistema de estabilização da câmara traseira, que a empresa compara a um gimbal profissional e aos olhos de camaleões. O recurso surgiu no telemóvel conceitual Apex 2020 apresentado no final de fevereiro deste ano.

De acordo com o The Verge, o modelo mais avançado é o X50 Pro+, que recorre ao novo sensor da Samsung ISOCELL GN1 de 50 megapixeis e 1/1,3 polegadas, no caso da câmara traseira. O sistema dá uso a um "radar" no ecrã que descreve o movimento da lente e indica quando está estável. O X50 Pro+ e o X50 Pro também incluem câmaras de telefoto e periscópio, com exceção do X50.

O CEO da Vivo divulgou na página de Facebook fotografias tiradas pelo X50 Pro. Estes são os resultados.

O X50 Pro+ integra um processador Snapdragon 865 com modem X55 5G e um ecrã com taxas de atualização de 120Hz e HDR10+. A Vivo garante ainda que o X50 é o smartphone 5G mais fino de sempre, com 7,49 mm de espessura.

O APEX 2020 deveria ter sido apresentado no Mobile World Congress, evento que foi cancelado devido à pandemia de COVID-19. A empresa viu-se obrigada a apresentar online o smartphone concetual, com suporte para redes 5G e um sensor de impressões digitais embutido em quase toda a área do ecrã “infinito”.

O novo APEX 2020 destaca-se pelas suas capacidades fotográficas. O smartphone apresenta uma câmara gimbal traseira de 48 MP, prometendo uma maior estabilidade na captura de imagens. A Vivo afirma que o sensor com um design inspirado nos olhos dos camaleões permite uma estabilização de imagem 200% maior do que os sistemas tradicionais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.