Pouco mais de 24 horas depois de o iOS 7 ter ficado disponível para download em todo o mundo, o sistema operativo já está a obrigar a Apple a trabalhar numa nova atualização que vai corrigir alguns erros que têm sido reportados.

O mais grave de todos é possivelmente aquele que foi descoberto por um utilizador espanhol, que partilhou a falha com a Forbes. Jose Rodriguez descobriu que mesmo com um código de bloqueio definido é possível aceder a algumas aplicações e utilizá-las.

No ecrã de bloqueio os utilizadores têm que chamar a central de controlos e selecionar a aplicação do temporizador. Nessa aplicação pressionam o botão de energia até aparecer a opção de desligar o iPhone ou iPad. O utilizador deve depois carregar em cancelar e clicar duas vezes no botão Home do iPhone. Desta forma vai ganhar acesso ao modo multitarefa onde estão abertas todas as apps.

O TeK experimentou este método num iPhone 5 com o iOS 7 e foi bem sucedido na "invasão" em apenas uma das várias tentativas feitas. De qualquer forma, a Apple já admitiu o problema e garante que está a trabalhar numa correção para o mesmo.

De acordo com o 9to5Mac, quem comprar o iPhone 5c e iPhone 5s vai ser convidado a atualizar o telemóvel para a versão iOS 7.0.1 para corrigir um bug que existe no sensor biométrico e na compra de conteúdos através do iTunes.

Numa altura em que se estima que já 30% dos utilizadores de dispositivos móveis da Apple já migraram para a mais recente versão, essa é a mesma percentagem que está sujeita ao "desvio" do bloqueio de ecrã.

O TeK tinha alertado os utilizadores para a possibilidade de a primeira versão do sistema operativo apresentar algumas falhas, situação que já tinha sucedido nas versões anteriores do iOS e volta a acontecer.

Segundo vários comentados deixados nas notícias do novo iOS 7, vários utilizadores estão a reportar problemas de lentidão, sobretudo no teclado - mesmo quando usado dentro de aplicações como a WhatsApp.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.