As restrições aplicadas pelo governo chinês à internet e à operação das empresas que atuam no sector tecnológico, obrigam, por vezes, algumas fabricantes a fazerem manobras apertadas antes de comercializarem os seus produtos naquela região. Isso acontece frequentemente com muitas tecnológicas e pode dar aso a erros de circunstância, que, ainda assim, não deixam de ter potencial para lesar milhões de consumidores.

Um destes casos aconteceu recentemente com a Apple. De acordo com o investigador Patrick Wardle, especialista no sector da cibersegurança e privacidade, o iOS 11.3 apresentava um erro grave, que levava ao bloqueio integral do iPhone quando o utilizador escrevia "Taiwan" ou tentava utilizar o emoji que representa a bandeira daquele Estado. O bug verificava-se em todas as aplicações.

Wardle explica ainda que o erro foi frequente entre utilizadores com um smartphone cuja configuração indicava a China como região principal do telefone. Noutros países, também era comum obter um código de erro "null" sempre que estas referências eram utilizadas.

Na versão 11.4.1 do iOS, o erro já está corrigido. O investigador adianta ainda que o erro não se verificava de todas as vezes que utilizador escrevia "Taiwan" ou utilizava o emoji da sua bandeira.

Note que apesar de parecer bizarro, o erro pode estar relacionado com uma tensão política existente entre China e Taiwan, cujo estatuto independente não é reconhecido pela China.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.