O ponto de partida pode ser um vídeo filmado na altura ou guardado no telemóvel ou escolhido pela comunidade Spun. A partir do momento em que há “matéria prima” é possível juntar outros vídeos e depois decorá-los com animações várias ou acrescentar texto. 

Entre as opções disponíveis pode brincar com os diferentes aspectos, nomeadamente substituir cabeças ou juntar elementos estranhos ao cenário original para criar a sua obra ou adaptação cinematográfica.

Quem não quiser criar um vídeo de raiz, pode passar pelo feed da aplicação e aproveitar um que já esteja feito como base para uma versão reformulada, ou um “respin”.

A Spun, neste momento, está apenas disponível para iOS, embora os seus criadores anunciem a versão para o universo Android "para muito breve". 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.