A marca da maçã assegura que o iPhone é construído para ser incrivelmente resistente em qualquer situação real de utilização. A capacidade de resistência é testada e medida através de várias máquinas.

Há inclusive um processo denominado de "teste de sentar", onde se inclui efetivamente a "resistência a bolsos". E de várias formas, segundo relata o The Verge, uma das publicações que visitaram esta sala especial da Apple.

Há um teste para as pessoas que guardam o telefone no bolso e se sentam em superfícies fofas, assim como o teste para o pior cenário, em que os utilizadores guardam o telefone no bolso de umas calças justas e se sentam numa superfície rígida.

Segundo o The Verge, a Apple terá testado 15 mil unidades do iPhone 6 e outras 15 mil do iPhone 6 Plus, antes de colocar os novos modelos no mercado.

Além da visita às suas instalações, a Apple emitiu hoje um comunicado, citado por vários meios, onde refere que a possibilidade de um iPhone dobrar com uma utilização normal é "extremamente rara".

De acordo com o The Wall Street Journal, apenas nove consumidores entraram em contacto com a empresa com queixas sobre a pouca resistência do iPhone 6 a bolsos de calças - todas elas relativas ao modelo de maior dimensão, o Plus.

O episódio, que ganhou a alcunha de Blendgate, tem feito correr muita tinta nos últimos dias, com direito a uma "galeria" alargada de piadas.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.