O eclipse total pode ser visto em poucos locais, da Indonésia ao norte da Austrália e ao longo de uma faixa curta do Oceano Pacífico, mas como é habitual pôs muita gente de nariz no ar para ver o Sol ser ocultado pela Lua às primeiras horas de dia 9 de março, quando os relógios em Portugal ainda marcavam as 23 horas de dia 8 de março.

Os métodos usados para proteger os olhos da luz do Sol captaram quase tanta atenção dos fotógrafos como o eclipse propriamente dito, e a diversidade é grande, como se pode ver nas imagens.

Algumas das fotografias foram captadas em zonas onde o eclipse foi apenas parcial, e em vários países as nuvens dificultaram a observação, mas muitos fãs do fenómeno recorreram à Internet para ver o eclipse na sua plenitude.

A Nasa partilhou também o vídeo do eclipse total, que reproduzimos abaixo. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.