A Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA) está a desenvolver um telescópio que quebra com o formato tradicional deste tipo de ferramenta de investigação. O MOIRE como é conhecido tem a capacidade de se estender ou retrair, alargando o campo de informações que podem ser recolhidas.

O conceito pode parecer saído de um filme de ficção científica, mas a agência já terá conseguido testar com sucesso um protótipo em terra.

O telescópio dobrável da DARPA faz uso de algumas tecnologias novas como uma membrana de polímero de baixo peso que vai substituir os espelhos de vidro. O centro de pesquisa conseguiu aumentar a eficiência das membranas, o que permite a substituição das lentes tradicionais.

Com este projeto a DARPA espera contribuir para o desenvolvimento de novos veículos, mais baratos e mais pequenos, mas que consigam reproduzir os mesmos resultados.

O MOIRE é por exemplo um telescópio com seis metros de diâmetro. Mas assim que chega à sua posição de observação vai estender um braço elástico e abrir umas "pétalas" que se transformariam numa multi-lente ótica. O tamanho final chegaria aos 20 metros de diâmetro.

Com este tamanho é de esperar que de uma só vez o telescópio conseguisse captar 40% da superfície da Terra, focar numa área de 10 metros por 10 metros e transmitir vídeo a 1 frame por segundo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.