O veículo recebeu o nome de Low Density Supersonic Decelerator (LDSD) mas a sua forma peculiar fez com que fosse apelidado de disco voador, já que os engenheiros optaram por um formato de disco semelhante aos que povoaram a imaginação de muitos fãs de ficção científica nas visitas de extraterrestres à Terra.

Um dispositivo insuflável é usado para reduzir a velocidade do veículo que voou até perto de 58 quilómetros de altitude a uma velocidade quatro vezes superior à velocidade do som, simulando condições para pousar no planeta vermelho.

O teste que decorreu no Havai em junho é agora explicado em vídeo por um engenheiro do Jet Propulsion Laboratory.

A NASA vai continuar os testes da tecnologia, estando já marcada uma nova fase de experiências para o próximo ano e que será focada na utilização do paraquedas que tem de ser acionado a uma velocidade de 2.500 milhas por hora.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.