A Fujitsu está a trabalhar numa tecnologia de deteção de movimentos que dispensa o uso de teclados físicos para escrever em dispositivos móveis. Através do sensor de imagem de um tablet, o equipamento consegue detetar a posição das mãos e dos dedos, e calcular qual a letra que deve ser escrita tendo em conta o aspeto normal de um teclado e a posição das teclas.

Os utilizadores poderiam assim escrever num dispositivo móvel sem tocar no ecrã desde que tivessem uma superfície lisa por perto. O "truque" está meramente no software como pôde comprovar o TechCrunch num contacto com a tecnologia no Mobile World Congress'13.

As mãos precisam de estar iluminadas para que o sensor consiga detetar todos os elementos físicos e calcular com a maior precisão possível o movimento que está a ser feito. Os tons de pele são na realidade uma das dificuldades que a empresa japonesa está a atravessar já que em pessoas com a pele mais escura o sistema ignora as ações executadas.

[caption]Fujitsu teclado virtual[/caption]

[caption]Fujitsu teclado virtual[/caption]

O conceito está para já a ser desenvolvido ao nível dos tablets pelo facto de a escrita em ecrãs sensíveis ao toque não estar ainda otimizada e assimilada pela maioria dos utilizadores, e pelo facto de o teclado virtual ocupar boa parte do ecrã do equipamento.

Esta é uma tecnologia que a Fujitsu está a trabalhar desde 2011 e que pretende incluir de origem em alguns dos dispositivos móveis que vai comercializar no futuro.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.