Depois da Apple ter revelado os jogos e aplicações que mais se distinguiram durante 2022, é a vez da Google partilhar os melhores títulos do ano na Play Store. “Os jogos têm efeitos transformativos: ajudam a criar comunidades, fomentam a criatividade e comunicam ideias complexas”, refere a Google na sua página de seleção. Para este ano, a equipa da Google diz que explorou os espaços criativos, histórias encantadoras e novos mundos. E a sua seleção abrange experiências que mostram como as pessoas se ligam através da sua loja Play.

Curiosamente, o jogo do ano da Apple Store é o mesmo da Play Store: Apex Legends Mobile, o battle royale da Electronic Arts que foi adaptado das suas versões consolas e PC. O conceito de velocidade e ação do jogo original foi bem traduzido para smartphones, referindo o seu manuseamento de armas e movimentos fluídos. O jogo tem gráficos detalhados, sendo um dos títulos utilizados atualmente como benchmark para smartphones.

Veja na galeria os melhores jogos da Play Store de 2022

Já a escolha dos utilizadores recaiu para Rocket League Sideswipe, mais uma adaptação de um jogo competitivo lançado nas consolas, onde se joga futebol ao volante de um automóvel. Os jogadores divertem-se não apenas a fazer jogadas espetaculares com as viaturas, como na garagem a personalizá-las. Play Store - melhores jogos de 2022

Apesar dos melhores jogos serem essencialmente online, num formato competitivo, o melhor título para multijogador foi atribuído a Dislyte, um RPG repleto de ritmos musicais, onde os jogadores têm de usar os seus poderes divinos para combater criaturas.

Deuses poderosos e ritmos envolventes em Dislyte, um RPG para smartphones
Deuses poderosos e ritmos envolventes em Dislyte, um RPG para smartphones
Ver artigo

Para a melhor narrativa, foi escolhido Inua - A Story in Ice and Time, outro dos jogos premiados pela Apple na sua loja. A história tem lugar no norte do Canadá, uma aventura que coloca o jogador na pele de uma repórter que pretende descobrir a verdade sobre o desaparecimento do navio Terror, desaparecido no Ártico no século XIX.

O melhor jogo indie foi atribuído a Dicey Dungeons, um jogo em que controla um dado gigante que tem de explorar masmorras, combatendo para escapar à Senhora Sorte. Há monstros para defrontar e tesouros para descobrir, na pela de seis personagens distintas, entre o ladrão, o robot e o inventor.

Angry Birds Journey e Genshin Impact foram também distinguidos, como melhores jogos para “pegar e jogar” e em “decurso”, respetivamente.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.