O Selfie Arm, feito de fibra de vidro, ainda está em fase de testes. Desenvolvido pelos artistas Aric Snee e Justin Crowe, o braço falso "é uma resposta direta ao fenómeno crescente do selfie stick e à constante e torturante necessidade de uma validação narcisista na Internet", explica Aric Snee, que criou o projeto com Justin Crowe.

O produto funciona do mesmo modo que a vara extensível, mas vem disfarçado de braço humano sendo compatível com a maioria dos smartphones.

O aspeto final das fotografias será parecido com o conceito original de Murad Osmann. Nas suas fotografias, o fotógrafo mostra vários locais do mundo com um elemento em comum: a sua namorada de costas a puxar a sua mão. Atualmente, Osmann tem mais de 2,2 milhões de seguidores no Instagram e o número não para de aumentar.

Os tradicionais extensores usados para tirar fotos com telemóveis e câmaras de vídeo já foram proibidos em diversos festivais e museus internacionais. No entanto, isso não impediu que as pessoas continuassem a tirar várias fotos caricatas com estes acessórios.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.