A produtora independente Hazelight já tinha deixado marcas de qualidade no seu primeiro jogo, A Way Out, um título cooperativo em que dois jogadores controlavam dois criminosos em fuga da prisão. O dinamismo cooperativo entre a dupla criou um formato de narrativa único. E o líder do projeto, Josef Fares, já tinha dado boas indicações no seu primeiro título, Brothers: A Tale of Two Sons, desenvolvido na Starbreeze Studios.

A consolidação da Hazelight dá-se com o lançamento de It Takes Two, para o catálogo da label Originals da Electronic Arts, que como o nome indica, continua a ser necessário dois jogadores para desfrutar a aventura. A crítica já o elogiou e há quem o indique antecipadamente como um dos candidatos a jogo do ano.

Considerando que nem todos os jogadores têm familiares em casa para partilhar esta aventura cooperativa, sobretudo nesta situação de isolamento devido à pandemia, que impede de convidar amigos para uma sessão de jogo, o estúdio introduziu uma solução pouco comum na indústria: Este título suporta partidas online com amigos e quem comprar uma cópia do jogo fica habilitado a criar um “Friend´s Pass”. Ou seja, pode convidar outro jogador sem custo adicional para desfrutar a aventura do início ao fim, pois todos os puzzles foram criados para serem resolvidos a dois, e não existe um bot que possa substituir o companheiro.

Tudo o que o amigo precisa de fazer é descarregar o Friend's Pass, disponível tanto para PC, como consolas PlayStation e Xbox. Depois de instalado, o anfitrião apenas precisa de convidar o amigo através da lista de contactos, e partir para a aventura.

O jogo centra-se no casal Cody e May, que estão em vias de divórcio, mas a sua filha lança um feitiço que os transforma em bonecos. A partir daí, em cada esquina, vão encontrar desafios que requerem a cooperação dos dois para superar. E é dessa forma metafórica que o estúdio vai introduzindo novas mecânicas a cada nível, contando uma história universal de relações entre casais. Com tantos desafios pela frente, provavelmente o casal vai compreender que os seus problemas são o menor de todos.

O fundador do estúdio e diretor do jogo, Josef Fares, que ganhou notoriedade quando em direto no Game Awards disse a mítica frase “Fuck the Oscars”, ganhando o respeito de toda a comunidade gaming, tem vindo a prometer uma experiência única para It Takes Two: “Haverá alturas em que o jogo fará rir, outras em que chegará ao coração e até momentos em que o pulso acelera porque a jogabilidade é bastante frenética. Está tudo lá, e mal podemos esperar para ouvir o que os fãs têm a dizer sobre isso".

It Takes Two já está disponível para a PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X|S e PC no Steam e Origin.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.