Vale tudo para incentivar os jovens a praticar código e a programar, havendo diversas soluções de oferta com abordagens mais amigáveis e coloridas. A LEGO decidiu entrar nesse negócio com a oferta do programa Spike Prime, um kit que pretende desenvolver a literacia de programação, ajudando as crianças a superar problemas relacionados, mas acima de tudo, a ganharem confiança em STEM antes das decisões tomadas na carreira escolar.

Segundo a Engadget, o kit custa 330 dólares e oferece 33 projetos práticos iniciais, sobre conhecimento básico de programação, para equipas até quatro alunos. Um dos exemplos dados num evento de apresentação foi ensinar um robot a reagir mediante o estado do tempo. Quando está sol mete uns óculos escuros, mas se chover, utiliza um chapéu de chuva.

O kit é composto por um software de programação, assim como elementos de hardware. Os professores podem utilizar o planeamento de aulas oferecido no website da LEGO Education, mas os alunos podem utilizar os kits num computador ou tablet. Tudo está identificado e são ligados via USB. Todos os projetos foram concebidos para serem finalizados em 45 minutos, período equivalente a uma aula.

tek LEGO Spike Prime

No que diz respeito às peças LEGO tradicionais, o kit tem mais de 500 blocos, misturando as peças clássicas com versões Technic, introduzindo ainda 11 novos elementos desenhados para este kit. As peças fazem ponte de compatibilidade entre os dois sistemas de blocos. No entanto, a fabricante de brinquedos pretende oferecer a experiência com as peças que as crianças já estão habituadas, invés de inundar os kits com fios e placas.

O kit LEGO Spike Prime está previsto chegar no início do próximo ano escolar, mas já pode ser pré-comprado no seu website oficial.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.